Perguntas frequentes ao intercambista

Este fim de semana tivemos mais uma de muitas despedidas que estão por vir e a pergunta que mais nos fizeram foi “Como estão as coisas?”, pergunta que sempre vinha acompanhada de muitas outras.

Pelo menos esta já foi respondida por aqui por meio de alguns dos posts do nosso blog : já fechamos o curso de inglês, o seguro saúde e a hospedagem com uma agênciacompramos as passagens, fomos à vários encontros de intercambistascompramos malas e deixamos nossos empregos. Ainda faltam algumas coisas a serem ditas, mas esses foram os grandes acontecimentos até agora.

Depois de puxado o assunto, outras perguntas foram surgindo, e as respondemos abaixo:

Vocês já têm lugar para ficar?

Temos para as duas primeiras semanas, vamos ficar em uma residência estudantil, uma espécie de albergue dos estudantes onde o pessoal costuma ter uma estadia mais longa. Nessas duas semanas teremos que alugar um apartamento para morar.

O quê vocês vão fazer lá?

A princípio a idéia era estudar o inglês, mas agora queremos fazer uma imersão total na cultura de outros países, então queremos conhecer o máximo de lugares, pessoas e aprender um pouquinho de outros idiomas também.

Quanto tempo vocês vão ficar?

Como estamos tendo que deixar família, amigos, nossos empregos estáveis, e muitos de nossos bens, o que acreditamos ser um investimento pesado em nossa vida, não valeria a pena ficar pouco tempo já que seis meses ou um ano não são o bastante para viver a imersão de um intercâmbio cultural. Nos planejamos para um mínimo de três anos, vamos ver no que vai dar.

Vocês já estão indo com emprego?

Ainda não, nossa idéia é aproveitar os primeiros meses para conhecer a cidade e focar no estudo do inglês. Mas já vamos começar a procurar trabalhos em nossa área, eu (Bruno) vou continuar fazendo alguns trabalhos remotos que vão ajudar a pagar as contas.

Como está o mercado de trabalho na Irlanda?

Essa é difícil de responder, já que as vagas existem, tanto para gestão ambiental (Cá) quando para desenvolvimento web (Bruno), mas como somos estrangeiros e não temos o domínio da língua, só o tempo dirá. Mas estamos apostando em algumas coisas: o passaporte italiano da Cá que permite que trabalhemos em período integral independente dos estudos e o tempo de permanência no país, já que muitas empresas não contratam intercâmbistas porque logo eles vão embora. Aqui conta também nosso tempo de experiência e formação.

E o visto para Irlanda?

A Irlanda não exige visto para brasileiros entrarem no país, mas para ficar mais de 3 meses como estudante é necessário estar matriculado em um curso de 6 meses (com 6 meses de férias), possuir o seguro saúde e ter a quantia de 3000,00 euros. A Cá não precisaria cumprir essas exigências e teóricamente eu (Bruno) também não, mas estamos indo com tudo certinho para não ter problemas.

E o que vocês vão fazer com as suas coisas?

Essa é difícil, estamos tendo que nos desfazer de várias delas, seja vendendo ou doando para amigos e familiares. Também vamos deixar algumas coisinhas guardadas na casa de nossos pais.

Mas e a crise?

Estamos acompanhando de perto desde o início e no começo ficamos bem assustados e quase desistimos. Mas as notícias foram ficando mais otimistas, vimos que o dia a dia das pessoas, principalmente dos intercambistas, não foi tão afetado. Também conhecemos muitas pessoas que estão vivendo em Dublin e conseguindo tocar a vida sem problemas. De qualquer forma, estamos indo preparados para enfrentá-la.

Ah! Eu conheço alguém que foi/está na Irlanda, vou te passar o contato.

Isso é muito engraçado, até parece que a Irlanda é um bairro perto de casa, porque tudo mundo que nos faz as perguntas acima conhece alguém que foi ou que vai para Irlanda. É sempre legal conhecer brasileiros por lá para ter um pouquinho de casa perto de nós e trocar dicas e experiências.

Então, se você tem alguma pergunta, deixe um comentário que responderemos com o maior prazer! =D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
06
fev 2012
POSTED BY
POSTED IN Curiosidades
DISCUSSION 26 Comments

26 Responses to : Perguntas frequentes ao intercambista

  1. Boa Noite Bruno e Carla!
    Acho que minha namorada Juliana ja falou com vocês por email!
    Estou aqui para passar nosso blog que criamos acho que até com o mesmo intuito que vcs e outros, informar a familia e amigos de como estamos, e ao mesmo tempo ajudar outras pessoas!
    http://guinnessland.wordpress.com/
    Vamos nos falando!
    Abraços!!

    • Carla Marina says:

      Olá Alexis! Adorei o nome do blog de vocês, bem sugestivo! rs
      Vamos estar muito próximos, inclusive embarcando no mesmo dia, mas mesmo assim, vamos acompanhar as aventuras de vocês pelo blog! Abraços!

  2. Jéssica Rafaele says:

    Olá, Casal.(Essa perguntinha vai pra Cá).

    Quanto tempo você levou para conseguir a dupla nacionalidade?

    Estava pesquisando sobre a dupla nacionalidade italiana, e parece que se feito no Brasil, demora por volta de 5 a 6 anos.E na Iália 3 meses.

    Obrigada,

    Jéssica Rafaele :)

    • Carla Marina says:

      Olá Jéssica, tudo bom?
      Então, o meu pai já tinha feito a cidadania para mim e para os meus irmãos quando éramos crianças, por isso não tive que correr atrás disso, apenas tive que tirar o passaporte italiano. Mas mesmo assim, enquanto estava no consulado, ouvi as pessoas comentarem que poderia chegar a 10 anos o tempo para conseguir a cidadania no Brasil (isso também li em algumas pesquisas que fizemos) e que na Itália, é realmente questão de meses, acho que vale a pena! Abraços!

  3. Daiana says:

    Olá Bruno e carla, tudo bem?? Meu nome é Daiana e eu tmb vou com o meu namorado para Dublin, em setembro.
    Ao mesmo tempo em que faltam 7 meses, faltam apenas 7 meses, imagino que vocês entendam o que eu quero dizer… no nosso caso, desejamos fazer esse intercâmbio desde 2008, então considerando toda a espera, falta bem pouco mesmo.
    Bjss e tudo de bom para vocês!!!
    Dai

    • Carla Marina says:

      Oi Daiana, tudo bom?? Nossa, sabemos bem como é esta questão do tempo, num piscar de olhos, o que eram meses passam a ser dias, como é o nosso caso, muito assustador como o tempo voa! Ficamos contentes por estarem concretizando uma vontade tão antiga de vocês, que bom que não desistiram deste sonho, e que os dois mantiveram esta sintonia! Boa sorte e contem conosco caso queiram saber sobre qualquer coisa enquanto vocês ainda estiverem por aqui! Bjos e valeu pela visita!

  4. Aê! Daqui a pouco vocês já estão aí pintando na curva, hein? Boa viagem pra vocês!

    Brunão, sei que os primeiros dias podem ser um pouco atribulados, mas assim que você animar (e a Cá permitir…), a gente vai jogar uns board games com os camaradas, fechou?

    E de 2 a 4 de março tem Leprecon, no Trinity College. Possivelmente trabalharei de voluntário no sábado e no domingo.

    Info: >> http://leprecon.info/site/

    Grande abraço!

  5. Rafael Ludovico says:

    Olá Bruno e Cá.
    É engraçado como acabamos nos sentindo intimos de vocês apesar do contato só pela web, acho que é a maneira com que escrevem os posts.
    Aliás, muito bom o blog. Sempre leio, mas é a primeira vez que deixo comentário.
    Minha namorada e eu iremos pra Dublin em maio. A ansiedade já começa a ficar muito mais forte.
    Vocês vão participar do E-dublincontro do próximo dia 15?
    Se sim é possível que nos encotremos lá. Será nosso primeiro…

    Abração e vamos tomar uma Guiness pra comerar o embarque de vocês. =D

    • Carla Marina says:

      Olá Rafael, tudo bom?
      Que legal que acompanha e que gosta do nosso blog, nós realmente gostamos de escrever como se tivéssemos conversando com as pessoas, é mais gostoso de escrever e acho que para os leitores fica mais agradável, né? E realmente, ao ler nossos blogs favoritos, também nos sentimos íntimos sem ao menos conhecer quem está escrevendo! rs
      Então, se vocês forem mesmo no dia 15, vamos nos encontrar com certeza, porque coincidentemente acabamos marcando uma de nossas despedidas bem no dia 15 no mesmo lugar! Tomara que nos encontremos para comemorar!!!Abraços!!!

  6. Carlos says:

    Olá,antes de mais nada queria desejar boa sorte para os dois nessa nova pagina da vida e dar os parabéns pela coragem de sair da comodidade para encarar um desafio desses.
    Bom eu e minha namorada Thais estamos com planos de irmos fazer um intercambio em 2013 no inicio ou no meio do ano,esperamos que seja na irlanda, até porque não temos nem uma opção especifica e é o pais mais convidativo da Europa, ela já é formada em gastronomia aqui no brasil e fala um inglês até que legal, mesmo nunca tendo aperfeiçoado em outro pais, já eu ainda não me formei, provavelmente estarei no 6ª semestre de Administração e inglês vou começar a estudar agora com ela, pois sem muito poco, gostaria de saber se realmente na opinião de vocês que estão ai, se vale a pena trancar minha faculdade e tentar ir atras desse sonho, mesmo que sem formação já que muito provavelmente o que irei conseguir é o chamado “Sub-Emprego”,e se vocês sabem se a área de gastronomia ai é valorizada como aqui no Brasil.
    Obrigado pela atenção .

  7. Débora Leite says:

    Carla e Bruno.. olá! como vão?
    bom, agora eu sei o que voces passaram até chegar ai!!
    estou quase na contagem regressiva também! (=
    já estou de aviso no trabalho e vendendo o carro…
    Estou na fase de ter medo de deixar tudo aqui e nao dar certo por ai… mas tenho fé em Deus que vai ser tudo bem!
    Em Janeiro estarei chegando e, assim como voces, terei muitas emoções para compartilhar!
    Continuem nos informando sobre esse lugar lindo que passei a gostar através dos posts e videos de voces! sou leitora assídua e vejo tudo pelo Youtube tbm!
    Em breve nos conheceremos em Dublin! :)abraçosss

  8. Thais says:

    Olá! Adorei o blog de vocês! Estou na mesma situação! Na contagem regressiva pois iniciarei o curso em janeiro e já passarei o réveillon por ai! Também tranquei minha faculdade de Marketing e estou indo para aperfeiçoar o inglês e aprender novas culturas! Meu namorado já está na Irlanda me esperando há 1 mês e me passando dicas essenciais para o inicio. Minha intenção é também trabalhar com o chamado subemprego pois ainda não tenho formação especifica. Gostaria de saber se vale a pena largar tudo por um tempo para me jogar nessa empreitada! Eu com certeza avalio que sim.. E vcs?! Obrigada e boa sorte sempre!

    • Carla Marina says:

      Oi Thais, que bom que curte nosso blog!
      Olha, vale muito a pena dar uma quebrada na rotina do Brasil e investir numa empreitada dessa, se você tem a oportunidade e está com vontade, venha, porque se deixar passar, pode ser que outras coisas aconteçam em sua vida e você não possa mais fazer isso. Sempre tivemos em nossa cabeça, melhor nos arrepender de termos feito do que de não termos feito. Abraços e boa sorte também!

  9. Rafael Henrique says:

    Olá Bruno e Carla!
    Há alguns dias ando procurando na internet experiências de pessoas que assim como vocês têm a oportunidade de estar na Irlanda. Estou com planos de fazer intercâmbio para aperfeiçoar meu inglês e vou fazer o curso de 6 meses. Sempre tive muita vontade de conhecer a cultura de outro país, então resolvi escolher a Irlanda por ser o país “destino” para intercambistas. Sou Fisioterapeuta e gostaria de saber de vocês se sabem alguma coisa a respeito da minha área para Brasileiros ai na Irlanda. A princípio pretendo trabalhar nos subempregos, mesmo formado.
    Quero agradecer também pelo blog que é sensacional e que nos proporciona uma intimidade com vocês e com o país sem ao menos conhecê-los. Obrigado, abraços!!!

    • Carla Marina says:

      Olá Rafael Henrique, tudo bom? Bacana estar gostando do blog, esperamos continuar ajudando!
      Infelizmente não conhecemos ou ouvimos falar de nada a respeito de Fisioterapia por aqui. Sei que a área de enfermagem é bem forte e tem bastante demanda, mas fisioterapia realmente não sabemos. Caso obtenhamos alguma informação, publicamos aqui pra vocês!
      Abraços!

  10. Dafne Ismail says:

    oi casal ca e bru,
    adorei o blog!! estou lendo varios posts aleatorios (pq simplesmente nao sei cmo ver na ordem.. ms td bm!!) entao estou indo p irlanda na metade de setembro p o curso d 6 meses na liffey college (oq vcs conhecem dela??), eu sei q estou procurando info meio q encima da hora, mas e q quando comecei a pagar td isso passei por algums coisas e nao deu p ficar pesquisando, tanto q tive ate q adiar minha ida, mas agora espero q d setembro nao passe.
    Sou formada em Hotelaria e ate agora nao me importei em procurar muito, pq suponho q nao deve ser dificl na area (oq vcs acham?) ou qualquer coisa tbm, queria msm saber sobre alguel, quanto pagam? conhecem alguma casa q alugue quarto? precos?
    vcs ficam ai ate quando?
    espero poder conhecelos!!

    • Carla Marina says:

      Oi Dafne, tudo bom? Já ouvi falar desta escola, mas não conheço ninguém que estuda lá, sugiro perguntar nos fóruns e grupos de brasileiros na Irlanda e sites como o e-Dublin e Santo Irish, onde você pode obter rankings e depoimentos de quem estuda ou já estudou lá. Emprego na área não está nada fácil por aqui, mas hotelaria é um setor que tem mais oportunidades, tal qual gastronomia, conheço muitas pessoas que trabalham como cozinheiros ou ajudante de cozinha, garçon, e no caso de hotéis, na recepção, como camareira, na limpeza etc. Como você é formada, se tiver um inglês razoável pode ser que consiga um cargo melhor. Em relação ao aluguel, um flat para morar somente duas pessoas, pode ir de 500,00 a 700,00 euros, j;a se você dividir uma casa com outras pessoas, pode ser que pague de 150,00 euros a 300,00 euros, com contas inclusas, dependendo do número de pessoas com quem vai dividir. Não temos previsão para ir embora, portanto é provável que nos encontremos por aqui! Abraços!

  11. Lívia says:

    Oi casal!!

    Pretendo fazer intercâmbio p/ a Irlanda no ano que vem, com meu namorado e uma amiga. Estou pesquisando MUITO sobre a Irlanda. Então tenho algumas perguntas:

    Vocês acham que a idade média de 29 anos é tarde para encarar um intercâmbio?
    Tenho cidadania italiana tmb, quais são as vantagens disso, além de poder trabalhar tranquilamente e não precisar apresentar os 3 mil euros?

    Obrigada!!

  12. Bruna says:

    Boa tarde Casal,

    Tudo bem? Então, eu e meu namorado vamos fazer intercâmbio em março de 2016. Estavamos com pensamento forte na Australia, mas lendo e pesquisando surgiu a Irlanda, confesso, mudei de idéia na hora quando li.

    Algumas dúvida, é possível? Por exemplo, na Austrália ele poderia ir como meu dependente e não precisaria estudar também, na Irlanda ambos precisam estudar?

    E custos de vida, como funciona moradia, valores, salário minimo da hora esta quanto? Visto permanente, já pesquisaram? Renova-se o visto de estudante apenas matriculando-se em outro curso?

    Aguardo ansiossa, obrigada! =)

    • Carla Marina says:

      Olá Bruna, tudo bom? Se você ou ele tem cidadania européia e estão há pelo menos 2 anos juntos, podem tentar aplicar para o visto de familiar de europeu (seria mais fácil se estivessem casados). Caso contrário, ambos precisam do visto de estudante pra ficar aqui por até 1 ano. Para renovar basta comprar outro curso, não necessariamente de inglês.
      Quanto ao custo de vida, fizemos um post muito antigo, é melhor pesquisar em outros lugares. Este do e-Dublin também é meio antigo, mas pode ajudar: http://www.e-dublin.com.br/quanto-custa-viver-na-irlanda/
      Abraços!

  13. OLA, GOSTEI DA MATÉRIA E PRETENDO IR PARA IRLANDA DAQUI UNS DOIS ANOS, E POR TER ESSE TEMPO DE FOLGA ESTOU JUNTANDO FORÇAS PARA CONSEGUIR TODO DINHEIRO POSSÍVEL PARA PASSAR UM ANO LA SEM TANTAS PREOCUPAÇÕES FINANCEIRAS, A DUVIDA É A SEGUINTE: QUANTO CUSTA UM ANO NA IRLANDA CONTANDO COM TUDO, DIGO UM ANO DE VIDA LA TOTALIZA EM QUANTO MAIS OU MENOS SÓ PARA QUE EU TENHA UMA BASE (VI EM UM OUTRO SITE EM MÉDIA UNS 12 MIL EUROS)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *