Expectativas (dela)

Vocês devem estar se perguntando o que eu e o Brú estamos esperamos viver na Irlanda, por que deixar o Brasil, que tem um ótimo clima, comidas dos mais variados tipos, lugares lindos, diversão para todos os gostos, e acima de tudo, nossos amigos e família.

O motivo de estarmos indo fica para outro post. Aqui, quero que descubram um pouco do que eu espero da Irlanda. Acredito que em primeiro lugar, ou talvez o mais importante, seja viver numa capital onde não haja a muvuca de São Paulo, e quando falo de muvuca, quero dizer multidão de gente, sujeira nas ruas, ar poluído, trânsito infernal, barulho, descaso, falta de cidadania etc. E com isso, também espero que a rinite, a ansiedade, a tensão e tudo de ruim que desenvolvi, seja amenizado.

Espero também fazer amizades com pessoas de outros países, nem que seja uma única grande amizade, pois deve ser uma experiência muito enriquecedora para a vida toda. Outra grande expectativa, é que, estando na Irlanda, eu possa com muito mais facilidade, conhecer a terra Natal do meu pai  e avós (Itália) e dos avós do Brú (Alemanha), primordialmente, e muitos outros países da Europa!

Estou ansiosa para me embebedar (calma, da cultura irlandesa!), conhecer cada detalhe de cada canto de Dublin, para me sentir parte deste lugar e para ser a guia de todos que queiram nos visitar!

Ah, e por falar nisso, acho que essa é a expectativa zerinho: antes de qualquer coisa, quero muito mesmo que consigamos uma vida estabilizada, para que tenhamos condições de receber todos que queiram nos visitar, bem como ajudar a trazer aqueles que não têm tanta condição assim. Com isso, quero proporcionar a todos que amo uma experiência de vida inesquecível, como forma de retribuir a tudo o que deles recebi, e com isso dar muito mais sentido à minha própria viagem!

Para finalizar, espero também contribuir com esta terra que vai nos acolher, com o pouco conhecimento que adquiri até hoje e com minhas características pessoais. Será que estou com muitas expectativas? Acham que alguma coisa do que escrevi vai acontecer? Continuem acompanhando nosso blog e confiram!

 

27
maio 2011
POSTED BY
DISCUSSION 3 Comments
TAGS

Lord of The Dance no Via Funchal em São Paulo

É impressionante quando começamos a nos interessar por um assunto e acabamos reparando em tudo relacionado ao tema. Hoje em dia tudo o que envolve a Irlanda acaba chamando minha atenção. E hoje, vendo o jornal Metro, descobri que o grupo Lord of the Dance vai se apresentar dos dias 25 a 29 de maio aqui em São Paulo, no Via Fuchal.

Criado pelo dançarino e diretor artístico americano e descendente de irlandeses Michael Flatley, esse verdadeiro marco do mundo dos espetáculos será atração da Via Funchal.

O espetáculo inclui 21 cenas pontuadas por músicas dramáticas, figurinos belos e coloridos e efeitos de luz e pirotécnicos no melhor estilo state-of-the-art. Em ação, temos experientes bailarinos, que o diretor define como “verdadeiros superstars”, todos com idade média de 22 anos de idade.

O enredo é baseado no folclore irlandês e é uma clássica história do bem contra o mal, expressada através da linguagem universal da dança. A entidade Little Spirit viaja através do tempo para ajudar Lord Of The Dance a proteger seu povo da fúria e dos desafios de Don Dorcha, o Black Lord.

Confesso que coçou a mão para comprar os ingressos, mas vamos deixar para ver esse tipo de espetáculo quando estivermos por lá. 😉

Os ingressos podem ser adquiridos na pelo site do Via Funchal com valores que variam de R$ 80,00 à R$ 300.

25
maio 2011
POSTED BY
POSTED IN Notícias
DISCUSSION 3 Comments

Olimpíadas de Londres 2012 já tem ingressos à venda

Com a idéia da viagem para 2012 e com a proximidade de Dublin e Londres, uma de nossas idéias era dar um “pulinho” na terra da rainha e acompanhar os belos jogos olímpicos, o que não esperávamos era que os ingressos começassem a ser vendidos tão cedo e já estarem em sua grande maioria esgotados!

A revendedora oficial do Brasil, a Tamoyo y Turismo, disponibiliza em seu site os ingressos, mas tanto a abertura, encerramento e a maioria das finais já se encontram esgotados. O valores das entradas variam 50 reais para os piores lugares até 5.000 reais para uma cadeira na abertura, todos em libras esterlinas mas prontamente convertidos para reais no próprio site.

O pagamento da reserva é feito através de boleto bancário, e a retirada dos ingressos será feita em no máximo até 30 dias antes da abertura das Olimpíadas em São Paulo ou Rio de Janeiro, com data ainda a ser divulgada.

Para compra dos ingressos, acesse a loja virtual oficial brasileira.

24
maio 2011
POSTED BY
POSTED IN Notícias
DISCUSSION 2 Comments

Dança Irlandesa

Sempre gostei muito de dançar, apesar de não levar muito jeito para a coisa. Como de praxe, por volta dos meu 4 anos minha mãe me colocou na aula de ballet. Tenho alguns fleches daquela época, embora o mais marcante tenha sido o professor querendo nos forçar além de nosso limite.

Depois disso, já adolescente, entrei na onda do axé, até fiz aula na danceteria Lumen, em Osasco, aos sábados de manhã. Depois ia nas matinês com minhas amigas praticar tudo o que aprendemos (e esperávamos ansiosas pelas festas de aniversário para botarmos para quebrar!) É o Tchan, Asa de Águia, Netinho, Banda Eva e por aí vai (e até hoje, nas festas de casamento, são as únicas músicas que me arrisco a dançar com coreografia).

Passada esta fase, já quis fazer aula de forró, jazz, dança de rua e dança do ventre, mas não encarei nenhuma.
Agora, com a Irlanda pela frente, resolvi pesquisar sobre a cultura deste país, especialmente a típica dança irlandesa e vou compartilhar com vocês um pouco do que aprendi.

A dança irlandesa tem influência dos druidas (dizem ser os primeiros praticantes em rituais religiosos), dos celtas e dos normandos, que comemoravam com rituais de dança cada novo território conquistado. Hoje é possível encontrar algumas variedades desta dança: jigs, reels, hornpipes, sets, half sets, polkas e uma espécie de sapateado, performado individualmente ou em grupo. A vestimenta remete às roupas do passado e os espetáculos mais famosos são o Riverdance, o Lord of the Dance e o Feet of Flames, por meio dos quais a dança irlandesa ganhou notoriedade mundial.

Riverdance

Polka

Pelos vídeos, é difícil dizer a diferença entre as modalidades jigs e reels, que utilizam movimentos muito similares, mas sem sapateado. A set e haf set são dançadas em casais, mas ainda assim com movimentos semelhantes às já citadas modalidades. Já a hornpipe traz o sapateado e geralmente é dançada por um grupo maior de pessoas. A mais diferente de todas é a Polka, que apesar de ser dançada em casais, não possui movimentos marcantes com as pernas, e explora mais o espaço.

O que é muito marcante na maioria delas é a postura imóvel da cintura para cima, a não utilização dos braços e mãos, que ficam acomodados ao longo do corpo e a coreografia complexa e sincronizada com as pernas.

A sincronia entre as dançarinas é tão incrível, que me lembro claramente de esta dança ter sido utilizada como exemplo num curso sobre gestão organizacional que fiz há uns dois anos, onde foi mostrado um video como exemplo de que numa organização é importante que todos trabalhem em sintonia, por um mesmo objetivo.

Estou ansiosa para aprender a dança irlandesa e mergulhar nesta cultura. Espero que existam escolas acessíveis (aceito indicações!). Mas enquanto sou apenas uma curiosa, fiquem com os videos de quem já é praticante. Quem sabe eu não apareça em algum um dia?

Para você está ou vai estar na Irlanda no meio do ano de 2011 e tiver a oportunidade, haverá espetáculos do Riverdance em Dublin, de 28 junho a 28 de agosto. Vale a pena conferir! Os ingressos podem ser adquiridos no site do grupo.

20
maio 2011
POSTED BY
POSTED IN Curiosidades
DISCUSSION 7 Comments

Dinner Vs. Supper

Nunca tive muita paciência para estudar a gramática de idiomas estrangeiros, mas sempre gostei de aprender tudo na prática e com as linguas não foi diferente.

Acredito que 90% do meu inglês tenha vindo de coisas que vi na prática, seja em jogos, filmes, séries e música e apesar de estar sempre aprendendo palavras novas, algumas ficam na minha cabeça e acabo reparando mais nelas no dia a dia.

Dinning Vs. Supper

A palavra da vez é Supper, que não é nada mais do que a última refeição do dia, mas diferentemente do jantar – o Dinner – é geralmente algo mais leve que se come antes de dormir, uma prática comum dos britânicos.

O termo deriva do francês souper que é utilizada comumente no francês canadense, francês suiço e às vezes no francês belga, e está relacionada à sopa. Também está relacionado à palavra alemã para sopa, Suppe.

E se você ficou curioso com a imagem lá em cima do post, ela é a representação da Última Ceia de Leonardo Da Vinci com os personagens de Battlestar Galactica – no inglês Battlestar Galactica Last Supper – que é série de televisão de ficção científica sensacional e extremamente recomendada.

17
maio 2011
POSTED BY
POSTED IN Curiosidades
DISCUSSION 2 Comments

Direitos do cidadão europeu e familiares na Irlanda

Desde que decidimos que a Europa – ou no caso a Irlanda – seria nosso destino, começamos a nos informar sobre como utilizar a nacionalidade italiana da Cá à nosso favor e infelizmente encontramos poucas pessoas na mesma situação que nós para trocar informações, então tivemos que correr atrás nós mesmos.

A primeira coisa que fizemos foi tirar o passaporte italiano (que será detalhado aqui no blog em breve) e atualizar o estado civil no Consulado da Itália, que foi basicamente levar uma tradução juramentada de nossa certidão de casamento. Aproveitamos para perguntar no sobre nossos direitos/deveres em países da União Européia e nos informaram que isso deveria ser informado pelas autoridades do país de destino, no caso da Irlanda.

Continue lendo

Chegadas e Partidas

Há algumas semanas começou na GNT o programa Chegadas e Partidas, que em seus episódios mostra os preciosos momentos vividos em um aeroporto quando se despede ou se recebe alguém muito querido. A descrição oficial do programa:

Comandado por Astrid Fontenelle, “Chegadas e Partidas” flagra situações vividas por quem circula pelos aeroportos. Em um mundo em que as distâncias se encurtaram, Astrid busca histórias de quem está no saguão do aeroporto, aguardando ou se despedindo de alguém.

Acima de tudo, “Chegadas e Partidas” fala sobre relacionamentos. Todas as histórias são reais, sem qualquer pré-produção, e, dessa forma, o programa pretende dar uma visão positiva sobre as possibilidades da vida.

“Chegadas e Partidas” é uma versão da série holandesa “Hello Goodbye”, que faz sucesso há dez temporadas. O programa já foi vendido também para países como Austrália, Estados Unidos, França, Espanha, Rússia, Alemanha, entre outros.

As situações são bem diversas e vão de uma filha que viaja para o velório da mãe avós que viajam para conhecer a neta e claro, não podia deixar de faltar, pessoas que vão para um intercâmbio ou até mesmo para morar definitivamente em outro país.

A sensibilidade do programa é tamanha e nós toca sempre que assistimos pois traz a tona todo o assunto de estar longe das pessoas que mais amamos, incluindo ai família e amigos, que acredito ser o único verdadeiro desafio de se viver em outro país.

Chegadas e Partidas é exibido na GNT todas às quartas-feiras às 21:30, com diversas reprises. No site do programa é possível assistir à alguns episódios.

12
maio 2011
POSTED BY
POSTED IN Curiosidades
DISCUSSION 0 Comments

Hello world!

“Hello world!” é geralmente o título de uma post padrão para novos blogs, mas irônicamente ele funciona muito bem para nosso. E com esse “olá mundo” que começamos a registrar nossas percepções sobre a jornada que tem início definido mas não sabemos até onde pode nos levar.

E apesar de faltarem 293 dias para o embarque, a jornada começa no momento em que a idéia surge, e com ela as dúvidas, curiosidades, muita pesquisa, planejamento e por fim a ansiedade, tudo devidamente compartilhado através deste blog.

Mas você deve estar se perguntando: que jornada é essa? Esse post não responde, mas você pode dar uma olhada nos links ao lado e descobrir um pouco mais.

26
abr 2011
POSTED BY
DISCUSSION 2 Comments
TAGS