GoCar: a versão 4 rodas das Dublinbikes

gocar

Não sei se quem mora por aqui já reparou, mas a mais recente novidade nos meios de transporte de Dublin é o GoCar, o sistema de empréstimo de carros que funciona da mesma forma que a Dublinbikes.

A intenção é que isso estimule uma queda na aquisição de veículos próprios e consequentemente do congestionamento, já que ao contrário do que muitos pensam, Dublin possui sim este tipo de problema, que no momento não está crítico, mas que pode ficar, conforme a economia voltar a aquecer.

Atualmente existem 50 carros disponíveis em 30 pontos espalhados pela cidade, como Barrow Street, Stoneybatter, Arran Quay, the Docklands, Drumcondra, Rathgar, IFSC, Clontarf and Donnybrook. Da mesma forma que a Dublinbikes, você precisa se cadastrar no site da GoCar para obter o seu cartão, que custa €49.99. Após a aquisição do cartão, você será cobrado um valor de €5,00 euros por mês, mais o valor de cada locomoção.

Ao chegar a um dos pontos de aluguel para pegar o carro, você precisa passar o seu cartão no vidro da frente, quando você ouvirá um barulho e as portas serão destrancadas. No porta-luvas você encontrará um manual de uso do carro, bem como uma maquininha a qual a chave do carro estará presa. Você precisa digitar a sua senha para soltar a chave. Será cobrado um valor de €4,99 por hora (ou €5,99 dependendo do veículo) mais €0,45 por quilometro rodado durante o dia (08:00-20:00) e €2,49 mais €0.45 por quilometro rodado durante a noite (20:00-8:00). Há lugares específicos onde você pode estacionar de graça, fora deles, você paga normalmente como qualquer outro carro.

Pelo que eu entendi, a devolução deve ser feita no mesmo lugar onde você pegou o carro, o que eu não acho legal, diferentemente da Dublinbikes, que pode ser devolvida em qualquer outro ponto. A chave deve ser colocada de volta na máquinina e você trancará o carro da mesma forma que abriu, com o seu cartão. Não é obrigatório devolver o carro com o tanque cheio, é apenas de bom grado que o abasteça antes de devolver para que o próximo usuário não passe apuros ou tenha que perder tempo com isso logo que pegar o carro. Um e-mail lhe será enviado ao final do mês com os gastos a serem pagos.

Não é todo mundo que vai achar vantajoso usar o GoCar, mas o sistema foi pensado para um público específico, como pessoas que não tem dinheiro suficiente para comprar um carro mas precisam de um ocasionalmente, pessoas que não querem comprar um carro porque usam esporadicamente e famílias que precisem usar um segundo carro vez ou outra e não querem arcar com o custo de um novo veículo.

Será que a novidade vai pegar? Seria legal se fossem todos carros elétricos, pois além de diminuir o congestionamento, estariam ajudando a diminuir a poluição! Aliás, falaremos dos carros elétricos num próximo post!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
12
ago 2013
POSTED BY
DISCUSSION 4 Comments

4 Responses to : GoCar: a versão 4 rodas das Dublinbikes

  1. Diego Marcel disse:

    Opa, então, achei interessante, mas como você falou, devolver no mesmo lugar pode não tornar muito prático, vai depender de cada situação. Post muito bom, valeu!

  2. Matheus Ruiz disse:

    Muito interessante acho que sai mais barato que uma Rent a Car né
    se tivesse isso em São Paulo eu usaria

  3. viviane disse:

    o que eu nao entendi ainda do gocar eh se a gente paga por uso do carro em movimento, ou se enquanto nao devolver independente de nao estar usando ou nao. vc paga… =/

    • Carla Marina disse:

      Oi Viviane, tudo bom?
      Você paga por hora, mesmo que não estiver usando (4,99 ou 2,49, dependendo do período) e paga por quilômetro rodado (0,45)!
      Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *