Dois mil e doze

Estava dando uma vasculhada no blog e algumas coisas me vieram à cabeça, a primeira delas é que há quase um mês não toco no blog. Outra coisa que reparei é que em meu último post, “Intercâmbio, Irlanda, Dublin em links”, havia deixado a promessa de que toda sexta-feira teríamos uma atualização de tudo que encontrássemos de interessante pela internet durante a semana. Enfim, não aconteceu, e eu explico.

É interessante a forma como a vida nos apresenta as oportunidades e no dia exato desse último post, dia 16 de dezembro de 2011, algo aconteceu. Devido à motivos maiores que somente altos executivos podem responder, a empresa em que eu trabalhava anunciou uma grande reestruturação que envolveu mudanças internas e infelizmente, alguns cortes. À mim foi apresentada uma oportunidade muito interessante, mas como ficaria apenas mais um mês na empresa, optei por um acordo que acabou me colocando em casa mais de 2 meses antes de nossa aventura em terras celtas.

E como esse blog também tem um propósito de diário, acredito é necessário um breve parágrafo sobre essa fase da minha vida que tanto me fez crescer. Lá fiz grandes amigos e tive excelentes mentores, aprendi muito com o time e tive grandes oportunidades trabalhando em grandes projetos.

Com todo esse tempo livre e fora da rotina de escritório que já faz parte de mais de uma década da minha vida e com a eminência desse afastamento sem prazo das pessoas mais importantes de nossas vidas, foi inevitável aproveitar a maior parte dos dias – e noites – com amigos e familiares.

Mas esse tempo todo não foi apenas dedicado à essa galera batuta, e nem só ao maldito ceifador de vidas conhecido como Skyrim, adiantamos algumas coisinhas que estavam na lista de pendência.

Corremos atrás da famosa procuração que confere todos os poderes à nossos progenitores – vulgo “pais” – para não termos que voltar correndo caso alguma coisa aconteça em terras brasilis. Mas esse assunto merece um post à parte, então, fica aqui mais uma promessa.

E além de algumas coisas menores e mais pessoais, acabamos comprando as benditas malas, que vão resumir nossas posses a poucos metros quadrados. Acabamos optando por não gastar muito e compramos malas grandes – apenas grandes e não aquelas enormes tamanho “jumbo” como eles costumam chamar – com um nível mínimo de qualidade e com um tamanho razoável para exercitar nossas habilidades no tetris.

Acho que é isso, a cabeça já está cheia de idéias para posts interessantes (ou não) enquanto não embarcamos para a Irlanda.

E para fechar, um feliz ano novo e um pensamento que minha querida sogra nos deixou na passagem de ano: “Aproveitem bem esse ano como se fosse um livro em branco cheio de possibilidades!”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
10
jan 2012
POSTED BY
DISCUSSION 2 Comments
TAGS

2 Responses to : Dois mil e doze

  1. Josué Cavalcante says:

    Caraaaa, como eu fico felizz lendo isso..
    è impressionante, tbm estou me planejando para intercambio a 2… achei seu blog no do André.. cara só uma coisa.. tudo esta acontecendo para vc irrr… boa sortee.. e conte com mais um leitor… boa sorte!!! de coração..

    • Carla Marina says:

      Valeu Josué, estamos mesmo sentindo que tudo está ao nosso favor, graças a Deus e ao apoio da família e dos amigos! Que você também persista na idéia, porque acreditamos que vale a pena o intercâmbio a 2! Que bom que está curtindo o nosso blog, valeu pelo acesso! Abração e boa sorte pra você também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *