Direitos do cidadão europeu e familiares na Irlanda

Desde que decidimos que a Europa – ou no caso a Irlanda – seria nosso destino, começamos a nos informar sobre como utilizar a nacionalidade italiana da Cá à nosso favor e infelizmente encontramos poucas pessoas na mesma situação que nós para trocar informações, então tivemos que correr atrás nós mesmos.

A primeira coisa que fizemos foi tirar o passaporte italiano (que será detalhado aqui no blog em breve) e atualizar o estado civil no Consulado da Itália, que foi basicamente levar uma tradução juramentada de nossa certidão de casamento. Aproveitamos para perguntar no sobre nossos direitos/deveres em países da União Européia e nos informaram que isso deveria ser informado pelas autoridades do país de destino, no caso da Irlanda.

Ligamos no Consulado Honorário da Irlanda e fomos super bem atendidos pela Lúcia Speed que nos passou todas as informações sobre estudantes e a seguinte informação sobre a imigração:

As informações para entrada no país como estudantes (em cursos de um ano, podendo ser estendidos até aproximadamente dois anos) ou como turistas (com visto de até 90 dias) são as que lhe transmiti no primeiro email e são as mesmas para cidadãos europeus ou brasileiros. Como casal, é aconselhável providenciar também cópia da certidão de casamento e tradução juramentada para o inglês.

Já para intenções de imigrar, é necessário consultar diretamente o Serviço de Imigração Irlandês (Garda National Immigration Service, dados para contato no email abaixo), uma vez que são a única autoridade nessas questões. Não temos tais informações até mesmo para não correr o risco de orientar errada ou desatualizadamente a quem nos consulta.

Então começamos a procurar pela internet sobre informações e foi no site Citzens Information que encontramos a maior parte delas, compartilhamos abaixo um pequeno resumo do que encontramos:

Direitos do Cidadão Europeu

Como cidadão de um país membro da União Européia, você tem o direito de entrada e ficar na Irlanda juntamente com os familiares por três meses, caso queira ficar mais tempo, algumas condições devem ser cumprida:

  • Exercer alguma atividade econômica, seja por vinculo empregatício ou autônoma, OU
  • Ter recusos financeiros e seguro de saúde para garantir que não se tornará um fardo para os serviõs sociais da Irlanda, OU
  • Ser estudante ou participar de um estágio vocacional, OU
  • Ser membro da família de um cidadão europeu que cumpra uma das categorias anteriores.

Cidadãos europeus não precisam de registro, porém, caso queiram um registro de residência podem se registrar na embaixada de seu país na Irlanda. Você e seus familiares podem ser convidados a se retirar caso você represente algum tipo de perigo à ordem pública ou à segurança. Nada mais justo não?

Como cidadão europeu, você também pode trabalhar sem registro e tem os mesmos direitos de um cidadão irlandês em relação ao seguro social, direitos do trabalho e direitos civis em geral, desde que estejam registrados no seguro social, através do Personal Public Service (PPS) e paguem os impostos.

Familiares

Quando se fala em familiares a imigração trata como cônjuges, parceiro civil, filhos com até 21 anos e filhos dependentes do cidadão ou seu conjuje e pais caso eles sejam dependentes do cidadão.

Se os familiares não são membros da união européia, eles devem aplicar para o cartão de residência utilizando o formulário EU1 (que acompanha um documento com explicações, ambos em inglês) e podem precisar de vistos de entrada conforme o país de origem, o que não é necessário no caso do Brasil.

Não existe taxa para para o cartão de residência. Também é necessário se se registrar com a Garda para receber o GNIB, uma espécie de RG para os estrangeiros, sendo que caso sejam dependentes do cidadão europeu serão isentos da taxa de €150 pelo certificado.

Juntamente com o certificado seu passaporte receberá o carimbo 4, que concede o direito de trabalhar legalmente sem necessitar da permissão de trabalho.

Como fazer o registro?

Para fazer o registro, o imigrante deve comparecer à Garda para fornecer as seguintes informações:

  • Nome completo e gênero
  • Sua(s) nacionalidade(s) e como elas foram adquiridas
  • Data de nascimento
  • Profissão ou ocupação
  • Detalhes de quanto, onde e como chegaram à Irlanda
  • Seu endereço na Irlanda
  • Endereço de onde vivia fora da Irlanda
  • Fotografia
  • Assinatura
  • Passaporte e documentos de sua nacionalidade e identidade

Os endereços onde o registro pode ser feito pode ser encontrado nesta página.

Mais Informações

Mais informações podem ser encontradas no site Citzens Information, especialmente na página sobre imigração. Deixo também os contatos que utilizamos:

Cidadãnia Italiana
Recomendamos o blog Minha Saga sobre como conseguir sua cidadãnia Italiana, já que o pai da Cá fez todo o processo quando ela ainda era pequena, e o processo está bem diferente hoje em dia.

Consulado da Itália
Av. Paulista, 1963
São Paulo – SP
(55 11) 3549-5699
Expediente: Segunda/Sexta – 8:00 às 15:00h

Consulado da Irlanda
Al. Joaquim Eugenio de Lima, 447
São Paulo – SP
(55 11) 3147-7770
hcisp@yahoo.com
Expediente: Segunda/Sexta – 14:00 às 17:00h

Pretendemos atualizar as informações acima conforme o tempo, então caso sabia de alguma dica ou informação que não coloamos aqui, pode nos enviar através dos comentários para que possamos atualizar o post. =D

[ATUALIZAÇÃO 16 de maio] Esquecemos de informar que atualizamos o estado civil da Cá no Consulado da Itália.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

160 Responses to : Direitos do cidadão europeu e familiares na Irlanda

  1. Camilla Mendes says:

    Adorei o post!
    Estou passando exatamente por essa situação no momento , e quase não acho informação sobre isso. A única dúvida que permanece é, indo com meu marido que tem nacionalidade italiana eu preciso tirar o family permit aqui no Brasil antes de embarcar pra Irlanda? Fico apreensiva de tirar lá na irlanda e ter que ficar uns meses sem trabalhar até que saia o permit. Você tem alguma informação a respeito? =/

    Muito Obrigada!!

    • Bruno Tarmann says:

      Olá Camila!

      Pelo que me informaram no consulado todos os assuntos em relação à vistos são feitos na Garda na Irlanda mesmo já que para o Brasil não é necessário o visto de entrada. Mas de qualquer forma existe uma espera de um mês pelo que me falaram para conseguir o Stamp 4 no passaporte para trabalhar legalmente.

      Outra coisa que não sei direito como funciona ainda é em relação a “aprovação” do critérios para o cidadão europeu permanecer mais de 3 meses. De qualquer forma a entrada no país será como turista ou estudante caso vá fazer um curso e depois terá que regularizar a situação.

      Assim que tiver novas informações atualizarei aqui.

      Quando você pensa em ir?

  2. Camilla Mendes says:

    Olá Bruno,
    obrigada por esclarecer. Vejo então que provavelmente terei que fazer isso. Assim que assinarmos os papeis eu levo no consulado italiano aqui do rio de janeiro, e depois só entro direto na irlanda desde que meu marido se encaixe nesses requisitos.
    Bom, 1 mes de espera pelo Stamp 4 ñ é tanto tempo quanto imaginei :)
    Pelo andar das coisas , acho que vamos no final desse ano. Outubro/Novembro. Vi que por ser baixa temporada as passagens estão mais tranquilas, mas será inverno =/ Você tem alguma dica quanto a isso? Acha que vai ser tenso d+ chegar já no inverno e ter que procurar trabalho e etc?

    Agradeço muito a sua atenção e aguardo seu reply :)

    • Bruno Tarmann says:

      Olá Camila!

      Só lembrando que a entrada será como cidadão não europeu, ou seja, como turista ou estudante.

      Quanto à melhor época do ano para ir, nós particularmente queremos ir no final do inverno (lá para março), pelas questões de adaptação principalmente para não pegar um inverno rigoroso como aconteceu este ano. Em relação à trabalho, não sei qual o impacto do frio no mercado, mas como a neve muitas vezes impossibilita as pessoas saírem de casa, pode ser que seja mais complicado. O que é certo é que deve ser tenso sair na rua para entregar currículos com aquele frio todo. =/

  3. Lucas says:

    Opa , Eai Bruno tudo bom?

    Entao minah duvida é a seguinte, tenho passaporte espanhol e vou para Irlanda agora final de agosto, eu preciso ir ja com a escola paga, seguro de saude par apoder fiar 1 ano?

    Ou poderia fazer isso quando chegasse na Irlanda?

    Obrigado!!

    Ate mais!

    • Bruno Tarmann says:

      Olá Lucas,

      Então, você terá 3 meses para apresentar cumprir um dos requisitos citados acima, então em teoria não precisa ir com tudo pago. Mas como ainda não tivemos essa experiência, não podemos responder com certeza.

      Abraço!

  4. Pingback: Questões sobre imigração de familiares de europeus | mundo a2

  5. Marcella Brussolo says:

    Olá, Bruno. Tudo bem?
    Tenho a cidadania italiana e recentemente tirei meu passaporte. Estou em breve indo para a Irlanda para fazer um curso de inglês. Quais os meus direitos como cidadã morando na Irlanda? Me disseram que eu posso ter direito, nos primeiros meses, ao seguro dos cidadãos desempregados. Você saberia me dizer algo? Será que essa informação eu conseguiria no consulado da Irlanda?

    Muito obrigada

    • Bruno Tarmann says:

      Olá Marcella! Também estamos verificando essa possibilidade e a Cá vai escrever um post a respeito assim que conseguir todas as informações. Obrigado pela visita e continue acompanhando nosso blog. =D

  6. Pingback: Imigração na Irlanda: STAMP 4 EUFAM | mundo a2 na Irlanda

  7. Giancarlo says:

    Olá bruno, uma dúvida, ja possuo o passaporte europeu, a partir disto, para não precisar comprovar os 3 mil euros exigidos, eu necessito de algo mais a ser feito aqui no brasil, por exempli ir ao consulado irlandês para fazer algo, ou a partir do momento que ja tenho o passaporte italiano, todos os benefícios ja estã valendo, obrigado.

    • Bruno Tarmann says:

      Olá Giancarlo. Com o passaporte europeu você nao precisa fazer absolutamente nada. Basta embarcar e passar pela fila de europeus na imigração.

  8. Fabio Saga says:

    Ola Bruno, tudo bem?

    Excelente artigo sobre a utilizaçao da cidadania italiana na Irlanda, gostaria de parabenizà-los e também pedir autorizaçao para compartilhar esta matéria là no nosso blog, pois temos muitos leitores que pretendem ir à Irlanda e nao sabem como fazer para trabalhar e levar os companheiros!!!

    Um forte abraço e mais uma vez parabèns!!!

  9. Pingback: TI na Irlanda: Primeiro Emprego | mundo a2 na Irlanda

  10. Raquel Gulin says:

    Olá Bruno, tudo bem?
    Me tira uma dúvida, estou mais ou menos na mesma situação que vcs quando começaram. Eu tenho a cidadania (que chega ano vem, já está aí), e irei com meu esposo. Quanto a traduzir, vcs traduziram aqui no brazil a certidão de casamento ou partnership? Ou nem precisaram? Porque vc conseguiu o work permit né? Nos vamos aplicar para o stamp 4. Gostaria de saber se traduziu onde traduziu e se tem contatos de tradutores juramentados. Porque estou um pouco confusa.
    Quando fui pra Suiça, fiz faculdade lá, tive que traduzir vário docs com tradutores juramentados do consulado DA SUIÇA. Já o pessoal da embaixada da Irlanda não me passou nada disso, disse somente que tem eles ano tem lista de tradutores para fornecer e mandaram eu procurar na JUNTA COMERCIAL DO ESTADO. Ok, encontrei, mas diz só que é juramentado e os diferencia pelo idioma, não tem nada específico do país.
    Obrigada, espero que possa me ajudar! :}

    • Bruno Tarmann says:

      Olá Raquel! Nós traduzimos nossa certidão de casamento no Brasil. Meu visto (Bruno) é de familiar de europeu, STAMP4 EUFAM, inclusive fizemos um post sobre ele. Mande uma mensagem por facebook que te passo o contato da tradutora. Abraço!

      • Raquel Gulin says:

        Oie!! Muito obrigada Bruno!
        Estava com muita dúvida da diferença de juramentado, reconhecio e legalizado!! Pra mim era tudo uma coisa só, pois já não me lembro mais quando fui pra Suiça, acho que tive mais auxílio de uma agência!
        Mas o pessoal da embaixada já me esclareceu bastante coisa tb..
        Eu te mandei já! Mas acho que foi no seu, acabei de ler o link ai que vc deu do blog de vcs que tem outro face, foi mal :/ rsrs vou mandar pelo link do Mundo A2 mesmo!! Pois quero sim o contato do tradutor!!

        Muito obrigada de novo!
        Abs

  11. Fernando says:

    Bruno, pra tirar uma dúvida. Tendo o passaporte italiano se faz necessária aquela conta com os 3000 euros como é solicitada pro cidadão brasileiro?

    • Carla Marina says:

      Olá Fernando,
      Não é preciso ter os 3 mil euros se você é cidadão europeu, mas ter alguma quantia considerável na conta é uma segurança para você enqunto está se adaptando e procurando emprego e moradia, mas não é obrigatório não. Abraços!

  12. Nadine Jalaim says:

    Olá!!!! Estive visitando o blog de voces e foi muito, mas muito util para a nossa (minha e do meu namorado) pesquisa sobre a vida na Irlanda, ainda mais que voces tinham a mesma situacao em que nos encontramos. O Diego (meu namorado) esta tirando a cidadania portuguesa dele e queriamos saber sobre os direitos do cidadao europeu e conseguimos encontrar aqui. Muito bom. Gostaria de saber se voces podem conversar conosco por email para sanar algumas duvidas e consideracoes que gostariamos de saber sobre a irlanda, o trabalho, os processos burocraticos, haja visto que vcs passaram exatamente o que iremos passar e gostariamos de saber o que esperar e como fazer, se vale a pena. Por favor, me enviem um email para que eu possa conversar com voces! Nao vou pedir para colocar o email aqui, nao sei se vcs tem esse costume, mas gostaria MUITO de manter contato. muito obrigada e parabens pelo blog!

    • Carla Marina says:

      Olá Nadine, tudo bom? Ficamos contentes por estarmos ajudando! Nós temos uma página no facebook que criamos justamente para ser um outro meio de contato para quem quiser falar conosco, qualquer dúvida que tiverem, podem nos enviar uma mensagem nesta página, ok? O endereço é: http://www.facebook.com/mundoadois

      Abraços e boa sorte com tudo!

  13. Tati Theo says:

    Bom Dia Bruno e Carla!
    Vi que a Carla tem passaporte italiano que nem eu e tenho algumas dúvidas que ainda não entendi, apesar de ler este post e ter encontrado algumas coisas.
    Como vocês já passaram por isso, é uma forma mais fácil de eu entender e saber.
    Estou indo para Dublin no começo de Novembro agora, e no vídeo que vi, queria saber se nós com cidadania européia também precisa fazer o tal do PPS. Também pagamos para fazer a carteirinha de estudante?
    O que é necessário quem tem cidadania tirar quando chegar em Dublin?
    Ah também estou indo somente com passagem de ida, mais como li a cima posso ficar mais que 3 mêses se eu tiver um familiar europeu e que trabalhe e etc em Dublin, eu tenho.
    Desculpa tirar duvidas que vcs já colocaram, mais ainda não consegui entender isso.
    Obrigada desde já. =)
    Beijos

    • Carla Marina says:

      Oi Tati, tudo bom? Vamos lá às suas dúvidas: quem tem cidadania européia precisa sim fazer o PPS, ele é obrigatório até mesmo para os irlandeses, para que eles tenham acesso aos benefícios sociais. Você precisa pagar para fazer a carteira de estudante e não tem desconto nenhum no valor por ser cidadã européia. O único documento que nós não precisamos tirar é o GNIB, que é como se fosse uma carteira de identidade obrigatória para cidadãos que não fazem parte da União Européia. O que é interessante que nós façamos quando chegamos na Irlanda é nos registrarmos na embaixada italiana, coisa que até agora eu não fiz, e que também não é obrigatório, mas é uma forma de eles saberem que estamos aqui e de termos mais uma segurança quanto à proteção dos nossos direitos como cidadãs italianas e de termos uma fonte de informações segura quanto a estes direitos.
      Boa sorte com a viagem, estaremos aqui quando chegar, entre em contato para nos encontrarmos! Além disso, tire quantas dúvidas quiser, estamos aqui para isso! Abraços!

      • Tati says:

        Oi Carla!
        Obrigada pelas informações, me ajudou bastante nessa questão. Estava com muita duvida e aonde lia não conseguia entender se tinhamos que fazer ou não.
        Um outra dúvida, nós cidadãos temos que abrir uma conta na Irlanda também? Ou pode usar o cartão que levamos de cotação?
        Então sobre o consulado, fui ver aqui em SP se eu precisava avisar que vou morar fora, eles dizem que não precisa, somente se ficar mais de 3 mêses tem que comprovar residência. Vcs já estão mais de 3 né?!Então é melhor ir ver isso… =/
        Outra coisa, todos dizem e meu primo mesmo também ja disse que quando entramos na Irlanda, eles só olham o passaporte e não falam mais nada. Eu por exemplo só estou indo com passagem de ida, pq quero morar ai. Li que se passar de 3 mêses, eu tenho que estar trabalhando e comprovar algumas coisas, uma delas ou todas. Mais se eu não tiver, preciso ter um parente que tenha todos esses pedidos, e eu tenho. Então acho que não vou ter problema de ir só com passagem de ida né?!
        Vamos nos encontrar sim, assim que eu tiver na terrinha verde entro em contato com vocês por aqui ou no Face. =)
        Vocês tem face de vocês, além daquele que faz parte do blog?
        Beijossss e obrigada novamente. =)

        • Carla Marina says:

          Oi Tati,
          Então, acredito que não é necessário abrir a conta num banco irlandês, mas talvez seja interessante para que você não pague taxas e para que facilite em caso de você conseguir um emprego e precisar receber o salário em sua conta. Obrigada pela informação com relação ao consulado, preciso ver isso mesmo!rs
          Essa informação de que depois de 3 meses precisa comprovar algo está estranha, no caso de quem tem cidadania europeia a pessoa pode ficar o quanto quiser, não precisa de nenhum visto, apenas mostra o passaporte mesmo e mais nada, contanto que ela tenha dinheiro suficiente para se manter (seja trabalhando ou porque tem dinheiro guardado), sem ter que contar com a ajuda de auxílio governamental. Se você tem visto de estudante, pode ficar por um ano e depois renovar o viso se quiser e para quem vem como turista, depois de 3 meses, ouvi dizer que dá para tentar conseguir outro visto, de estudante, por exemplo, mas não sei ao certo, portanto não quero te passar informação errada.
          Fique tranquila que não terá problemas estando só com a passagem de ida, eles nem vão olhar isso, considerando que você tem o passaporte europeu.
          Abraços!

          • Tati says:

            Muuuuuuito obrigada Carla.
            Nossa você não sabe o quanto me ajudou.
            Lendo já fico mais tranquila. =)
            Se eu tiver noticias novas do consulado e etc vou te avisando também, assim ambas se ajudam também. =)
            Você ainda está estudando inglês por ai?Tá em que escola? Eu to na IH.
            Beijosss

  14. Diego Lock says:

    Olá, pessoal. Uma pergunta bem pontual sobre a entrada com o passaporte italiano: preciso de algum maneira informar que vou passar um ano na Irlanda logo na entrada pela migração européia? Esta questão dos “três meses” ainda me parece um pouco confusa! Para quem e quando preciso avisar que ficarei mais de três meses, ou seja, um ano? O post está muito bom, parabéns! Espero a resposta, por gentileza, um abraço!

    • Carla Marina says:

      Olá Diego, tudo bom e você?
      Os três meses são dados para quem vem como turista e um ano é dado para quem vem como estudante. Quem é imigrante europeu, não precisa dizer quanto tempo vai passar aqui, pois não precisa de visto de turista nem de estudante. Não me lembro como foi quando eu cheguei, mas sei que todas as vezes que viajei da Irlanda para outros países e voltei para cá, entrei normalmente com o meu passaporte italiano sem ter que dizer nada. Abraços!

  15. Marilia says:

    Olá,
    A minha dúvida é a seguinte, eu sou decedente de italiana, minha avó era italiana, para eu tirar meu passaporte europeu eu preciso que meu pai tenha o dele tbm, a minha avó já morreu.
    Tem como eu tirar sem eles tirarem? Outra dúvida é que quando minha avó casou ela mudou o nome para Martins, e perdeu o nome italiano, por isso os filhos não tem o sobrenome italiano, tem algum problema isso?
    Obrigada, adorei o blog.

  16. Marilia Seabra Martins says:

    Olá Bruno, Olá Carla!
    Gostaria de saber como vocês tiraram a cidadania italiana, pois tem um cara que me contatou através de um grupo do Facebook, e me falou que eu preciso ir pra Italia ficar 15 dia lá pra comprovar minha cidadania, vocês tiveram que fazer isso? Quanto tempo levou pra vocês tirarem a cidadania?
    Tenho muitas dúvidas, e gostaria de saná-las, será que vocês poderiam me ajudar?
    Obrigada
    Marilia

    • Carla Marina says:

      Olá Marilla, tudo bom? Na verdade eu já tinha a cidadania italiana desde que nasci, mas tem muitas pessoas que vêm pra cá e fazem um processo de ir para a Itália par tirar mais rápido. Não saberia te explicar como funciona, mas temos uma amiga, a Tarsila, do blog Vida na Irlanda, que conseguiu tirar a dela. Talvez se você deixar uma mensagem para ela perguntando ela te informe, ou pode ser que tenha algum post sobre isso! Abraços!

      • Gabriel Oliveira says:

        Isso de passar alguns dias na Italia é para agilizar o processo, pois se você for fazer tudo pelo Brasil leva mais de oito anos. Caso vc viaje para a Italia sai no maximo em 6 meses. Mas para viajar até lá você deve ter todos os documentos que provam sua decendência italiana (certidões de nascimento e casamento em linha reta de você até seu descendente) tudo traduzido e juramentado para o idioma italiano. O ideal é buscar uma consultoria para isso. Espero ter ajudado, boa sorte!

  17. Alcides Melo says:

    Olá Bruno, Olá Carla!
    Estou a caminha da Itália nas próximas semanas e faremos o trabalho de reconhecimento de cidadania da minha esposa. Ela logo terá o sua cidadania e eu continuarei com o Visto de turista. Apos conclusão do processo de cidadania dela pretendemos passar um período em Limerick a estudos, porém devo ter poucos dias de sobra do visto de turista e terei que resolver esse problema. A intensão é tirar o visto de cônjuge, entrarei como turista e já vou dar entrada neste visto familiar, mas o receio é o tempo que este demora para ser emitido e o meu visto de turista expirar. Isso pode acontecer? quanto tempo demorar para eu obter esse visto de cônjuge?

    • Carla Marina says:

      Oi Alcides!
      Olha, o visto temporário não demora tudo isso pra sair não, deve ter levado um mês, por aí, acredito que 3 meses é mais do que suficiente. Boa sorte com tudo! Abs

      • Alcides Melo says:

        Carla Obrigado pela resposta.
        Só mais uma; Após dar entrada, você lembra se houve algum protocolo que ja tenha validade para permanecer caso eu tenha meno de 30 dias de visto de turista, pois será meu caso e nao desejo ficar ilegal.

  18. leonardo says:

    Ola!

    Recebi uma proposta de emprego para irlanda, minha esposa é portuguesa e ja está indo estudar.sabem o que preciso fazer para poder trabalhar legalmente?!Att

  19. Erick Bastos says:

    Olá!!
    Primeiramente parabéns pelo intuito de ajudar quem está projetando ir para irlanda!!
    Minha dúvida é a seguinte, eu vou tirar agora meu passaporte europeu (portugues), tenho livre acesso !! até aqui ok!!
    Porém sou casado!! minha esposa como fica na situação de que estamos querendo ir para morar e trabalhar!!
    abraços

  20. Gabriel Rodrigues da Costa eSilva says:

    Boa Tarde , minha avó é portuguesa e vou tirar minha cidadania portuguesa e europeia e tenho 18 anos e gostaria de imigrar para a irlanda posso ir a vontade pois sou cidadao europeu ? E posso trabalhar com carteira assinada ? E vou fazer curso de ingles ao mesmo tempo so vou poder trabalhar integralmente ? E tenho outra duvida vcs me aconselham a fazer uma faculdade aqui no brasil ou me qualificar em alguma coisa para poder arrumar um emprego descente e na minha area ? Obrigado pela atencao e PARABENS PELO OTIMO VLOG .

    • Carla Marina says:

      Oi Gabriel, tudo bom? Com a sua cidadania portuguesa pode vir pra cá tranquilo e trabalhar registrado normalmente. Se for fazer curso de inglês, poderá trabalhar integralmente por ter cidadania européia, mas se não tivesse, poderia trabalhar meio período nos primeiros 6 meses e período integral nos 6 meses seguintes. Quanto a faculdade, se você tem condições de fazer aqui, é sempre melhor, pois é mais fácil de ser reconhecido na hora de procurar um emprego na área por aqui, além de ter um peso bem maior quando voltar para o Brasil. Qualquer qualificação aqui sempre será melhor do que aí, mas a decisão é sua, se fizer algum curso por aí, terá que validar o seu diploma quando vir para cá, como já explicamos no post: http://mundoa2.com/como-reconhecer-o-seu-diploma-na-irlanda/
      Abraços e boa sorte!

  21. Vinicius Dell'Aglio says:

    Olá! Acompanho o blog e o vlog de vocês!

    Eu tenho cidadania italiana e estou em processo de obtenção do passaporte europeu. Estou querendo ir pra Irlanda ou Londres mas meu problema é que ainda não casei, ja moro com minha parceira e por motivos diversos não casamos. Isso pode impactar muito no tempo para podermos viajar? União estável serve para ela tirar o visto de familiar? Será que valeria a pena casarmos, irmos pra europa e daí tentarmos legalizar nossa uniao? Seria mais rapido, correto?

    Ultima pergunta (ufa!): Voces foram pra Irlanda para ficar ou estão só por um período?

  22. Juliana says:

    Oi Carla, tenho passaporte europeu, jã entendi que meu marido pode entrar com o visto STAMP 4, mas tenho outra pergunta. Nos dois vamos precisar comprovar os 3000 euros e ele precisa de algum curso?

    • Carla Marina says:

      Oi Juliana, tudo bom?
      Quem tem o passaporte europeu não precisa comprovar os 3.000 euros e nem ter se matriculado em nenhuma escola, isso é só no caso do familiar do europeu, que ainda não tem o STAMP 4. Abs!

  23. patricia says:

    Olá boa noite..
    E parabéns pelo vosso blog.
    Casei recentemente e o meu marido trabalha na Irlanda,ambos somos Portugueses.Para o ano irei para a Irlanda e tenho algumas duvidas.
    1ºAo fazer o PPS number estando o contrato de arrendamento em nome do meu marido é uma prova valida?
    2ºTerei que levar a certidão de casamento traduzida?
    3ºQuais os meu direitos enquanto esposa durante o tempo que não encontre emprego?
    Espero que me possam ajudar,boa sorte.
    Obrigada

    • Carla Marina says:

      Olá Patrícia, tudo bom? Obrigada, que bom que estamos ajudando!
      Vamos às suas perguntas:
      1) Não, você precisa de algum comprovante de residência em seu nome, seja uma conta de luz, de gas etc. Ele pode ligar na concessionária e pedir para adicionar o seu nome, assim a próxima conta virá no nome dos dois e você poderá utiliza-la como comprovante. Veja o que precisa no site oficial do governo: http://www.citizensinformation.ie/en/social_welfare/irish_social_welfare_system/personal_public_service_number.html
      2) Apesar de vocês serem europeus, é importante ter a certidão de casamento traduzida, pois é um documento que pode precisar em alguma ocasião, como para aplicar para conseguir auxílio governamental. Você pode deixar para traduzir aqui também, você decide.
      3) Enquanto não consegue emprego, pode tentar aplicar para o auxílio do governo, que é o Jobseeker’s Allowance (http://www.citizensinformation.ie/en/social_welfare/social_welfare_payments/unemployed_people/jobseekers_allowance.html). Também tem o Jobseeker’s Benefit, mas se não me engano é para quem perdeu o emprego.
      Espero ter ajudado!
      Abraços!

      • Larissa Tardelli says:

        Olá, eu gostaria de aproveitar esses comentários e tirar uma dúvida.. Eu tenho a cidadania e o passaporte italiano.. Vou me casar agora em março de 2014 e pretendemos ir para a Irlanda em 2015.. Sei que para a naturalização italiana do meu marido é necessária a espera de 3 anos (se aqui no Brasil).. Mesmo antes da naturalização ele consegue o STAMP 4?

        • Carla Marina says:

          Oi Larissa, tudo bom? Pelo que sabemos o homem não consegue herdar a cidadania da mulher, tanto é que o Brú não tem a cidadania italiana. Isso também responde a sua pergunta, porque o Brú tirou o STAMP 4 justamente por não ter se naturalizado, se não não precisaria. Abraços!

  24. patricia says:

    Oi Carla,

    Obrigada pela ajuda.Fiquei bastante esclarecida.

    Até à próxima.

  25. Larissa Tardelli says:

    Bom dia Carla, tudo bem? Sou eu de novo, ali acima eu perguntei se mesmo sem se naturalizar o meu marido poderia conseguir o STAMP4.. Dai você falou que homem não consegue herdar a cidadania da mulher e tudo mais e falou que seu marido não se naturalizou… Eu não sei se entendi errado, mas só pra ajudar.. Justamente pelo homem não herdar a cidadania (e na verdade nem a mulher herda mais, não as que se casaram depois de 1983), ele pode sim se naturalizar, ok? São coisas diferentes.. Não sei se você quis dizer se seu marido não se naturalizou por não querer, ou porque achou que não podia, mas de qualquer forma está aqui um link com essas informações :)

    http://www.dupla.cidadania.nom.br/naturalizacao.htm

    • Carla Marina says:

      Tem razão Larissa, na verdade me confundi, o que quis dizer é que ele não pode herdar a cidadania, mas realmente pode se naturalizar. Obrigada pelo link e esclarecimento! Abraços!

  26. Larissa Tardelli says:

    Ah, mas uma dúvida haha Aqui normalmente quando a gente quer fazer algo que envolve certidões e tudo mais.. Pedem as vias de certidões atualizadas com datas de no máximo 60/90 dias..
    Quando eu for levar as nossas certidões de casamento e união estável, e suas traduções… eu tenho que fazer com uns 90 dias antes da viagem e etc? Ou eu posso ja fazer tudo agora pra levar ano que vem? Aqui eles dizem que é pra saber se a gente não se casou antes ou se separou…

  27. Guilherme says:

    Olá Bruno e Carla,

    Acompanho o blog de vocês a algum tempo, e gosto muito do jeito que vocês ajudam as pessoas e nos passam informações tão boas.

    Minha duvida é a seguinte, estou na mesma situação que vocês, minha namorada tem o passaporte Europe e estamos planejando ir para a Europa, esse carimbo4 permite o Bruno trabalhar quantas horas por semana?

  28. Aline says:

    Olá,

    Estou acompanhando o blog e achei muito útil todas as informações referentes à imigração de quen é cidadão europeu.
    Eu possuo meu passaporte europeu e estou chegando em Dublin dia 03/02 agora. Já entendi que tenho que tirar meu pps e que não preciso de visto pra entrar. emprego ndo pra trabalhar e minha dúvida é com relação a minha chegada. Tenho que informar que vou pra trabalhar, mesmo sem emprego ainda?? Quais são os passos durante a chegada e o que tenho que fazer nos primeiros meses?? O que irei precisar para poder trabalhar aí??

    Obrigada

  29. Amanda says:

    Olá Bruno e Carla,

    Primeiramente gostaria muito de agradecer as dicas e a ajuda que sempre são ótimas!!

    Eu sou brasileira e meu marido tem cidadania portuguesa e no fim desse mês estaremos nos mudando para a Irlanda!! Nossa intenção é arrumar emprego o quanto antes, fiquei curiosa pois em um post acima você sugeriu a um casal de portugueses tentarem aplicar para o auxílio do governo, que é o Jobseeker’s Allowance, é possível que meu marido possa aplicar para esse auxílio também? enquanto não consegue o emprego?!

    Fiquei com essa dúvida pois li inclusive no blog de vocês que o cidadão europeu não pode depender do governo Irlandês!!

    Tenho uma outra dúvida, pois inicialmente não vamos fechar curso de inglês mas vi que para que possamos alugar uma casa é necessário ter o “PPS” e o “GNIB” e para que possamos tirar o “PPS” precisamos de um comprovante de residência, gostaria de saber se realmente esses documentos são necessários para locar o imóvel?!

    Desde já agradeço pela atenção,

    • Carla Marina says:

      Oi Amanda, tudo bom?
      O auxilio governamental só é possível se você já tiver contribuído com impostos no país por pelo menos 2 anos (dentre outros requisitos). Com relação a não depender do governo, mencionei isso porque meu marido está com visto de familiar europeu e ele pode perder o visto, caso eu passe a receber auxílio do governo.
      Com relação a alugar um imóvel, se você vai alugar um só pra você, sem dividir com ninguém, geralmente eles pedem sim, porque é uma segurança para eles, precisam ter um documento oficial seu. Quando vai dividir imóvel com outras pessoas, já não sei como é o esquema, pois você não vai lidar com o agente diretamente, mas sim com um dos locatários com quem vai dividir o imóvel, aquele que está como responsável no contrato.
      Abraços!

  30. Fabrizzio Pandolfo says:

    Olá Bruno e Carla,

    Estou indo agora em abril para Dublin,pois tenho passaporte italiano.Bem, pelo que entendi não tenho que fazer nada, basta correr atrás de emprego que segundo o que dizem,está dificil, mas para quem tem passaporte europeu (full time), as perspectivas são melhores principalmente na áreas de serviços como restaurantes, cafeterias, etc..Queria saber mesmo se estas informações procedem na questão de trabalho, pois segundo alguns amigos que estão em Londres não é difícil arrumar um emprego por lá, mas o problema , é que lá a moradia tem valores astronômicos.Qto a moradia em Dublin, é dificil achar brasileiros ou mesmo outras nacionalidades que queiram dividir um apartamento..? Pois um aluguel ai gira em torno de 1500 euros, pelo que andei pesquisando trabalhar em um restaurante o salario gira em torno em 1 mil a 1,2 euros o que torna insuficiente…

    obrigado

    • Carla Marina says:

      Oi Fabrizzio, tudo bom?
      É isso mesmo, com passaporte italiano você fica aqui o quanto quiser e pode trabalhar full time. Realmente nos “sub empregos” as chances são mais melhores de se conseguir algo, sempre se vê placas de pubs e restaurantes que estão contratando. Emprego na área já é bem mais difícil, a não ser que seja da área de TI. A moradia aqui também não está fácil, há muita demanda para pouca oferta, os preços estão mais altos, mas Londres ainda é bem mais cara. Dividir casa/ap com outros estudantes ainda é a opção mais fácil/menos difícil. Para dividir com brasileiros, é comum acessar grupos do Facebook como “Classificados Dublin”. Um aluguel de um flat ou um apartamento de 1 dormitório está a partir de 750/800 euros, dividir casa com outros estudantes, dependendo de quantas pessoas, pode sair a partir de 200 euros…

  31. Fernanda says:

    Olá Carla e Bruno,

    Primeiro quero agradecer pela disposição de vocês em fazer este blog esclarecendo tantas dúvidas durante vários anos já! Era tudo que eu procurava! =)

    Estou no momento tirando minha dupla cidadania espanhola e passaporte e pretendo ir para a Irlanda o ano que vem! Tenho várias perguntas pra fazer antes de embarcar para sentir mais segurança e ter um planejamento.

    Tem algum e-mail que podemos nos comunicar?

    Gratidão!
    Abraços

  32. Luciana Rodrigues says:

    Boa tarde, Carla e Bruno!

    Que demais o blog de voces! Estou estudando sobre a Irlanda há um tempinho e já li o blog da Tarsila milhões de vezes, cada vez que leio gosto mais. Hoje fui procurar sobre este assunto no Google e o site de vocês apareceu exatamente com a pergunta que eu estava fazendo e então pensei: “COMO eu não tinha achado o blog de vocês antes?!” hahahaha, vcs são realmente ÓTIMOS!

    Vou resumir minha história: estou tirando meu passaporte português, então meu namorado Leandro e eu decidimos que Irlanda será nosso destino para constituir família e morada. Não temos muita pressa em ir, pensamos que daqui um ano será o timing perfeito pois ainda estamos juntando todo o dinheiro que pudermos para não ficarmos desprevenidos. Só iremos com a minha cidadania emitida para que eu possa ter os direitos de uma cidadã. E como todos os amigos aqui do blog, nossa preocupação é com nossos companheiros. Eu e o Le vamos nos casar, e pra nós não faz muita diferença entre ser aqui ou na Irlanda, mas o que queremos entender é qual a forma mais fácil para conseguir a permanência dele.

    Pelo que eu li sobre o Bruno tirar o Stamp4, vocês já deram a dica que não é muito legal casarmos e já migrarmos para a Irlanda, até porque eles não querem gente se aproveitando lá, embora não seja o nosso caso, porque realmente queremos nos casar, só estamos estudando a data para saber qual o melhor momento. O que eu mais gostaria mesmo é de poder solicitar o Stamp4 para o Le assim que chegarmos, pois não precisaríamos gastar um dinheiro desnecessário com o Inglês e poderia trabalhar full time como eu.

    É verdade que, se chegarmos na Irlanda e solicitarmos o Stamp4 (sem ter nenhum outro visto, estudante ou trabalho) para o Leandro, então ele não poderá trabalhar ou nem mesmo estudar enquanto aguarda a resposta se terá direito ao selo ou não?

    Mais uma pergunta,rs… Quando ele tiver o Stamp4 ele terá praticamente os direitos de um cidadão como vocês já disseram, mas gostaria de confirmar algumas coisas: Ele poderia estudar como um cidadão europeu(ou seja, tendo acesso a cursos e principalmente preços de cursos como os cidadãos tem)? E outra pergunta, quando nos aposentarmos, com o Stamp4 ele terá direitos à aposentadoria como um membro da UE?

    Não tenho certeza (e se vcs souberem podem me falar!!!) mas como minha cidadania é portuguesa, dentro de 3 anos de casamento (independente de onde a gente esteja morando) o Le poderá dar entrada no processo de cidadania portuguesa, assim não precisará mais do Stamp4.. será que é isso mesmo?

    Então caso seja realmente dificil o processo de nos casarmos e mudarmos para a Irlanda praticamente instantaneamente, eu pensei em fazer o seguinte: Consigo minha cidadania e vamos solteiros. O Le pode fechar um curso com alguma escola (porque ele realmente vai precisar estudar) e então uns 3 meses depois podemos nos casar, e dar a entrada no Stamp4 pra ele. Porque uma amiga me disse que se fizermos este processo, ele entrará com o visto de estudante na Irlanda e então poderá trabalhar (mesmo que seja por meio período). Daí em 3 meses quando dermos a entrada para o Stamp4 ele não precisará ficar aguardando a resolução sem trabalhar e estudar. Vocês acham essa ideia melhor?

    Meee perdoem por abusar e fazer tantas perguntas!!!! Mas vocês foram ótimos de verdade nos pontos abordados, tenho medo de perguntar para pessoas que não me parecem tão seguras das respostas como vocês, que viveram toda essa situação! Já adicionei a página de vocês no face e vou devorar todos os posts aqui do blog!! Obrigada desde já pela atenção!!!!

    Lu

    • Carla Marina says:

      Oi Luciana, tudo bom?
      Que bom que estamos ajudando com o blog, ficamos contentes! Com relação à sua principal dúvida, assim que a pessoa aplica para o STAMP 4 demora por volta de 10 dias para receber toda a documentação de volta dizendo se foi aprovado e caso tenha sido, ela deve ir à Imigração para obter o STAMP 4, que será provisório por 6 meses, e depois de analisarem mais detalhadamente a situação dela, dão o STAMP 4 permanente (5 anos). Na realidade, a pessoa não pode trabalhar nem estudar neste período de 10 dias, mas no período de 6 meses ela pode. Não sei se a melhor coisa é casar aqui, porque o tempo do relacionamento conta na hora de conseguir o visto (mínimo de 2 anos, mesmo que seja casado). Também não sei como é o processo de casar aqui, por isso não podemos te ajudar muito com este aconselhamento. Se vocês podem casar antes, acho que eu faria isso, porque mesmo vindo com visto de estudante, ele poderá aplicar para o STAMP 4 e estudar enquanto espera o processo acontecer.
      Espero ter ajudado!
      Abraços!

      • Renan Rueda says:

        Oi Carla você disse mesmo casado precisa ter 2 anos ? acho que não , vc errou na colocação! Se casar na Irlanda não tem tempo apenas comprovar que é casado realmente !! uma dúvida eu tenho cidadania espanhola acha bom eu me registrar na embaixada espanhola na Irlanda ?, quero ficar pra morar bjs

  33. Flavio Pereira says:

    Olá Bruno e Carla,

    Estou pensando em ir para Dublin no segundo semestre deste ano,pois tenho passaporte português. Irei levar minha esposa que ainda não tem a nacionalidade européia. Já entendi os procedimentos para ela tirar o STAMP 4 EUFAM, ela já fala inglês fluente então precisa mais para trabalho mesmo. Já eu preciso estudar um pouco antes de entrar no mercado de trabalho, portanto minha pergunta é mais fácil: Vocês tem dicas de escolas de inglês ou de um site que eu possa pesquisar?

    Muito obrigado,

  34. Luiza Faggiano says:

    Bom dia Carla e Bruno.
    Muito legal seu blog.
    Meu marido vai para italia pegar o passaporte dele italiano, ja somos casados a 3 anos e temos um filho de 2 anos.
    A nossa ideia inicial é ele pegar o passaporte, ir direto para a Irlanda, conseguir um emprego e moradia para eu ir com meu filho em seguida.
    Queremos morar e trabalhar definitivo na Irlanda.
    Eu inicialmente gostaria de fazer uma faculdade, conseguir uma bolsa, sei que quem é cidadão irlandês, tem direto a um auxilio estudo, você sabe dizer se eu também teria por ser casada com italiano?
    Como estou indo com criança, tenho direito a escola de 3 horas pelo governo também, as demais horas teria que pagar.
    Tem mais alguma informação que me seja útil com relação a ir com criança?
    Ja estou providenciando junto com a documentação italiana a certidão em ingles para facilitar tudo…

    • Carla Marina says:

      Olá Luiza, tudo bom?
      Para ter os direitos de cidadão europeu na Irlanda, você precisa aplicar para o Stamp 4, que é o visto de familiar de europeu, quando chegar aqui. Com isso, você tem a possibilidade de pagar mais barato nos cursos, pois europeu tem desconto. No entanto, quando eu pesquisei porque estava pensando em fazer mestrado, vi que eu tinha que estar há 2 anos aqui para conseguir o desconto, já que não nasci em país europeu, apenas tenho a cidadania (no seu caso, o visto de familiar).
      Com relação a vir com crianças, não tenho nenhuma informação, desculpe!
      Abraços e boa sorte!

  35. Gisele says:

    Oi gente, tudo bem com vcs??
    Amei o site (blog) de vcs! Está de parabéns! Pesquisei muuuuito sobre as vantagens do passaporte europeu em Dublin até que descobri vcs! Rs
    Só para ver se entendi direito… Vcs poderiam me responder algumas coisas? Rs
    Tirei meu passaporte português e estarei indo para Dublin dia 18/7 para fazer 1 ano de intercâmbio. Mesmo com passaporte europeu eu preciso tirar o pps né!? Ele é sai mais barato por causa do passaporte europeu? Quanto que é mais ou menos? Tem algum site onde consigo ver essas informações?
    Eu nao preciso levar os 3 mil euros né!? Porque eu tirei o passaporte pensando em não levar… Mas andei lendo algumas coisas e fiquei com preocupada com isso… No caso eu nao levaria os 3 mil, mas alguém me enviaria um valor por mês do Brasil… Até porque se não eu não irei ‘sobreviver’ né!? Rs
    Para abrir conta no banco tem algum mínimo para depositar?

    Aiii gente por favor me respondam… Estou tão preocupada com essas coisas :/

    Fico no aguardo!!!
    Beeijos pra vcs!!

    • Carla Marina says:

      Oi Gisele, tudo bom?
      Ficamos bem afastados do blog, por isso só vimos seu comentário agora. Espero que tenha chego bem em Dublin e que tenha sanado suas dúvidas!
      Abraços e boa sorte!

  36. carol says:

    bom diaa! muito bom o blog de vcs! ja consegui sanar algumas duvidas…mais ainda vou amolar vcs um pouquinho kk ‘=P
    Vamos lá..
    Eu e meu filho temos a cidadania portuguesa.. meu marido não.sou casada a 7 anos mais não no papel.Do que preciso para estar mudando com minha familia para irlanda? como devo proceder? sei q eu e meu filho conseguimos entrar e ficar legal.. mais e meu marido? seria interessante me casar aqui no brasil antes de ir? ou mesmo sem casar no papel ele conseguiria ficar comigo legal.. apenas indo com passaporte? ou teria q tirar algum visto?

    • Carla Marina says:

      Olá Carol, tudo bom?
      Seu marido terá que aplicar para o Stamp 4, que é o visto de familiar de europeu. Para isso, ou vocês tem que estar casados, ou comprovar união estável de no mínimo 2 anos. Veja neste post o procedimento: http://mundoa2.com/imigracao-na-irlanda-stamp-4-eufam/
      O visto ele tira aqui, mas para passar na imigração ele precisaria mostrar a certidão de casamento traduzida ou o comprovante de união estável.
      Abraços!

  37. Felipe Postal says:

    Olá Carla e Bruno!Tudo bem?

    Seguinte…Estou com duvidas, e entrei no site da Citizens Informations, mas continuei com as dúvidas…

    Sou brasileiro(óbvio) e estou na Italia tirando meu passaporte Italiano(que sai em torno de dois meses). Após isso, irei para a Irlanda e pretendo ficar por lá..Fazer minha vida lá.
    Porém sou gay, e meu namorado, também brasileiro, mas sem cidadania, irá morar comigo em Dublin…E gostaríamos de casar lá, ou no Brasil, antes de irmos…
    Gostaria de saber se é preferível ele entrar com visto de estudante e encaminharmos o nosso casamento lá, ou casarmos no Brasil e em seguida irmos pra Dublin…
    Vocês sabem me passar essa informação???

    Grato pela atenção.
    Felipe Postal

    • Carla Marina says:

      Olá Felipe, tudo bom?
      Não acho que somos as melhores pessoas para responder a sua dúvida, mas o que posso dizer é que o casamento gay ainda não é legalizado na Irlanda, será votado em 2015. O que é válida é a união estável, mas não sei ao certo qual seria a diferença em termos dos direitos de vocês.
      Se optarem pela união estável, é preciso comprovarem 2 anos juntos para que seu namorado consiga o visto de familiar de europeu.
      Novamente, não somos as melhores pessoas para responder sua dúvida, mas me parece que casar no Brasil seria uma opção melhor…
      Abraços e boa sorte!

  38. Isabela says:

    Olá, muito interessante o post! Mas continuo com uma dúvida, eu e meu marido estamos planejando nossa viagem para a Irlanda, sem data definida para volta. Eu tenho cidadania Espanhola, e ele Italiana, haviamos pensado em procurar a escola que desejamos estudar quando chegassemos lá, isso é possivel, ou terei que apresentar carta da escola já na imigração? Abraços

    • Carla Marina says:

      Olá Isabela, tudo bom?
      Vocês tendo a cidadania européia, não precisam se preocupar com nenhuma das exigências geralmente feitas para os brasileiros que vêm para a Irlanda, entrarão apenas com o passaporte europeu de vocês e mais nada. Sendo assim, não precisam se apressar em ver escola antes, podem apenas pesquisar, mas podem deixar para fechar aqui! Abraços!

  39. Alex Medeiros says:

    Olá, gostaria de tirar uma dúvida. Minha situação é que moro em Lisboa e tenho o documento de residencia, sou casado com portuguesa a 19 anos e recebi uma proposta de trabalho na Irlanda,quero ir primeiro e depois minha esposa, eu consigo o STAMP 4 indo sozinho?

    • Carla Marina says:

      Olá Alex,
      Você não possui cidadania portuguesa? Caso possua, não precisa do Stamp 4, você tem todos os direitos de um cidadão europeu. Se não possui, acredito não ser possível aplicar sem a sua esposa estar aqui, já que uma das condições é que o cidadão europeu, no caso sua esposa, deve estar exercendo alguma atividade aqui no país. Veja nosso post:http://mundoa2.com/imigracao-na-irlanda-stamp-4-eufam/
      Por que não tenta o visto de trabalho, se a empresa é que está te oferecendo a proposta?

  40. Priscila says:

    Olá tudo bem?

    Eu (brasileira) e meu marido (cidadão espanhol) iremos estudar inglês em Dublin a partir de maio de 2015 por 6 meses, na escola SEDA.
    Vamos chegar juntos na Europa (por Barcelona) de navio, em Barcelona pegaremos uma carta no consulado que vai constar, que eu poderei trabalhar e estudar em qualquer lugar da União Européia (foram informações que eles falaram no consulado espanhol aqui no Brasil)e depois de uma semana pegaremos um voo de Barcelona para Dublin, portanto não terei passagem aérea de volta para o Brasil logo na entrada de Dublin, você acha que terei algum problema?
    Mas tenho como comprovar que tenho fundos suficientes para me manter sem depender do governo , seguro saúde e a carta da escola. E posso fazer o requerimento do stamp 4 enquanto estiver em Dublin e depois do curso de 6 meses em Dublin ou um pouco mais pra frente, dependendo de como estiverem as coisas, pretendemos voltar para a Espanha.
    Eu consigo entrar sem problemas em Dublin? Posso solicitar o STAMP 4 direto, sem passar pelo visto de estudante para não ter que pagar mais taxas?

    • Carla Marina says:

      Oi Priscila, tudo bom?
      Se você terá a carta do consulado, acredito que não tem problema que não tenha passagem de volta. Leve também uma certidão de casamento traduzida juramentada, isso pode ajudar na hora de passar na imigração, pois eles verão que é casada com um cidadão espanhol. Pode tentar o STAMP 4 sem passar pelo visto de estudante, já que terá o visto de turista por 3 meses. Única coisa é que para tirar o visto você tem que comprovar estar exercendo alguma atividade no país, seja trabalhando, estudando ou seja ter recursos suficientes para se mantes (e você disse que tem como provar isso, então acho que não terá problemas.
      Abraços e boa sorte!

    • Rodrigo Castro says:

      Olá Priscilla,

      eu me encontro na mesma situação que você, minha esposa é espanhola e estamos indo para Irlanda em Junho/2015 e gostaria de saber mais a respeito dessa carta. Com ela você pode trabalhar as 40 horas da mesmo forma que um cidadão Europeu?

      se vc puder me mande um e-mail por favor iria ajudar muito por que não conseguimos muitas informações como essa na internet.

      meu e-mail é: rodrigo.decastro89@gmail.com

      Obrigado.

  41. Marijke de Wit says:

    Olá!
    Sou brasileira e, por ter pai holandês, tenho o passaporte holandês também.
    Estou pensando seriamente eu ir para a Irlanda com meu noivo. Namoramos há quase 10 anos, moramos juntos há 2, mas não casamos oficialmente. Se fizermos a certidão de União Estável, tem a mesma validade do Casamento?
    Pelo que entendi, posso entrar na Irlanda com o passaporte europeu sem comprovar nada. Nossa ideia é meu noivo entrar como estudante e depois de estarmos aí, a gente daria entrada ao STAMP 4 EUFAM. Não precisamos já de início falar sobre a relação na imigração, ou melhor falar?

    • Carla Marina says:

      Olá Marijke, tudo bom?
      Você tendo o passaporte holandês, realmente pode entrar sem comprovar nada. Com relação ao seu noivo, também não precisa ter o visto de estudante para entrar, considerando que todo brasileiro naturalmente já ganha 3 meses de visto de turista. A vantagem de ele vir como estudante é que ele teria mais tempo para correr atrás do STAMP 4, e principalmente, porque a pessoa que aplica para este visto precisa comprovar estar exercendo alguma atividade no país, seja trabalhando, estudando, ou seja comprovar que tem recursos suficientes para se manter.
      Com relação ao comprovante de União Estável, precisa apenas constar que estão há pelo menos 2 anos juntos, de resto dá no mesmo que estando casados.
      Abraços e boa sorte!

  42. Caio Dutra says:

    Olá Casal,

    Minha esposa possui nacionalidade Portuguesa, eu entrarei como estudante. Gostaria de saber se ela precisará efetuar algum registro para poder trabalhar na Irlanda, ou será apenas necessário tirar o PPS.

    Obrigado e Abraços,
    Caio

    • Carla Marina says:

      Olá Caio, tudo bom?
      Com a nacionalidade portuguesa ela não precisa fazer nada, basta aplicar normalmente para as vagas. O PPS é obrigatório para todos, é o documento básico pra qualquer um que queira morar e trabalhar aqui. Abs!

  43. Yanmila Peroti says:

    Ola!! Meu namorado é irlandes e eu brasileira. Estavamos pensando de ano que eu eu ir morar na Irlanda, qual o visto adequado que devo tirar?

  44. Paulo Cesar says:

    Olá, tenho cidadania portuguesa e já estou trabalhando. Preciso tirar meu PPS e abrir umaconta no banco, mas estou tendo dificuldade em comprovar meu endereço, pois não tenho nenhuma conta em meu nome. No Intreo, onde fui solicitar o PPS me deram uma carta com instruções de documento de comprovação de endereço e no caso a que mais se aplica a mim seria uma carta dotrabalho e que já solicitei e queconfirma que trabalho lá e também qual omeu endereço e já a tenho em mãos. Porem ao levá-la para tirar o PPS estao me dizendo que a carta não é aceita e ficam me dizendo que precisa ser uma ‘official letter’. Alguém sabe como seria essa official letter? Pela mesma razão tambem não consigo abrir conta no banco. Por favor, quem puder me ajudar com esta situação, pois nem consigo receber salario devido a estes problemas. Obrigado.

    • Carla Marina says:

      Olá Paulo Cesar,
      Tentamos encontrar esta informação e não achamos o que significa “official letter”, arriscamos dizer que é uma carta em papel timbrado da empresa, foi dessa forma que eles fizeram?
      Esperamos que você já tenha resolvido seu problema, de qualquer forma!
      Boa sorte!
      Abraços

  45. Camila says:

    Oiii

    Muito úteis as informações, mas fiquei com uma dúvida. Tenho cidadania italiana, e em 2015 vou pra Irlanda. Uma das coisas que me preocupam é em relação a saúde. Como cidadã européia, sei que tenho direito a “seguro de saúde governamental”, mas a minha dúvida é: esse seguro é o mesmo vendido pelas escolas para não cidadãos? O ouvi dizer é que em alguns países europeus, cidadão tem “todos” os direitos de saúde sem custo, e se este seguro for o mesmo vendido pelas escolas, atendimento sem custo apenas acima de 100 euro, correto? Sabe me dizer como fica a questão de seguro de saúde para europeus? E se recomenda seguro particular.
    Obrigada!

  46. Douglas says:

    Oi, Carla! tudo bem? Primeiramente, parabéns pelo blog! Eu tenho cidadania italiana e gostaria de saber se é possível trabalhar como Personal Trainer? Em Dublin tem muitas academias? Eu tenho inglês intermediário e já sou formado em Educação Física – bacharelado no Brasil. Eu quero viver por muitos anos por lá. E como funciona seguro saúde particular? É obrigatório o seguro? É muito caro ter um seguro particular? Obrigado desde já!

  47. dawton aquino says:

    Bom dia!

    Meu primo está na Irlanda a 11 anos, como ilegal, ele tem um filho com uma brasileira, mas o menino e Irlandês. Existe a possibilidade dele se tornar legal no país. Se tiver qual seria?
    Desde já agradeço

    • Carla Marina says:

      Olá Dawton,
      Não conhecemos nenhum caso como o seu, mas ao fazer uma pesquisa no site oficial daqui, o Citizens Information, encontramos informações que podem ajudar:

      Parents of Irish citizen children
      On 8 March 2011 the European Court of Justice (ECJ) ruled in the Zambrano case C 34/09, that an EU member state may not refuse the non-EU parents of a dependent child who is a citizen of, and resident in, an EU member state the right to live and work in that member state.

      The Department of Justice and Equality is examining the cases of non-EEA parents of Irish citizen minor children which may meet the criteria specified in the Zambrano judgment. If they meet the Zambrano criteria, the non-EEA parents may be given permission to live and work in Ireland without the requirement for an employment permit or business permission. There is a list of frequently asked questions about the Zambrano judgement on the website of the Irish Naturalisation and Immigration Service (INIS).

      Veja mais neste link: http://www.citizensinformation.ie/en/moving_country/moving_to_ireland/rights_of_residence_in_ireland/residence_rights_of_non_eea_nationals_in_ireland.html

      Abraços!

  48. Rodrigo Castro says:

    Oi Carla e Bruno, primeiramente parabéns pela ajuda…

    bom minha filha e minha esposa tem cidadania espanhola e em junho/2015 estamos nos mudando para a Irlanda inicialmente irei estudar inglês…mas vou aplicar para o Stamp 4…

    foi muito difícil para o Bruno pegar o Stamp 4? demorou muito?

    e eu queria saber se minha filha tem direito a escola publica por ser espanhola? e qual a idade mínima para entrar na escola?

    Obrigado..

  49. Thiago Gimenes says:

    Fala casal, estou decidido de imigrar para a Irlanda com minha namorada em Agosto, iremos casar antes de ir. Tenho cidadania portuguesa, e irei transcrever nosso casamento antes de irmos, assim como traduzir nossa certidão de casamento juramentada.

    Vocês já estão completamente cientes de como processo assim que chegarmos?

    Abs e obrigado

  50. Tatiane says:

    Oi pessoal! Estou indo para a Irlanda semana que vem e dei muita sorte de encontrar o blog de vocês! Adorei!
    Tenho cidadania italiana e fiquei com uma dúvida.. Para entrar na Irlada tudo ok e quando chegar devo fazer o PPS. Minha dúvida é em relação após os três primeiros meses, devo comprovar emprego ou renda? E se estou indo apenas com a intenção de fazer um curso de inglês? Como devo proceder?
    Obrigada!!

    • Carla Marina says:

      Oi Tatiane, tudo bem?
      Se você tem cidadania, não precisa comprovar nada, entra normalmente no país, tira o seu PPS e se matricular no curso que quiser normalmente! A comprovação da renda ou do emprego é para o parceiro do cidadão europeu que queira tirar o visto de familiar de europeu.
      Abraços!

  51. Marcia Fernandes says:

    Carla,

    Tudo bom?

    Muito obrigada pela ajuda! Sério.

    Mas tenho algumas dúvidas ainda.. será que você poderia me ajudar, por favor?

    Tenho cidadania espanhola e estou indo pra Irlanda. Quero muito morar na Irlanda, trabalhar.. fazer minha vida mesmo.

    Não preciso comprovar renda de R$3.000,00, certo?
    Tenho uma amiga que está morando em Dublin, então posso falar (se me perguntarem ao entrar no pais) que estou indo apenas visita-la? Ou que vou ficar na casa de uma amiga e procurar curso e moradia assim que chegar?
    Posso ir apenas com a passagem de ida?
    O que preciso fazer, além de tirar o PPS, para poder morar e trabalhar aí?
    Com cidadania eu preciso ir embora de Dublin depois de algum tempo? Ou posso ficar por tempo indefinido?

    Desculpe tantas perguntas.

    Muito obrigada.

    • Carla Marina says:

      Oi Márcia, tudo bom? Vamos lá:
      – Com cidadania você não precisa comprovar os 3.000,00;
      – Você não deve explicação nenhuma, dificilmente vão te perguntar o que vai fazer aqui, considerando que você tem a cidadania. Se perguntarem, pode dizer o que quiser, inclusive que vem para morar por um tempo;
      – Pode vir apenas com passagem de ida;
      – Só precisa do PPS e claro, precisará abrir uma conta no banco;
      – Com cidadania pode ficar por tempo indeterminado.

      Abraços!

  52. Victor Hugo Montes says:

    Olá Casal, como vão?
    Fico feliz que vocês ainda respondam aos questionamentos, você não têm ideia do quão informativo e útil tem sido o blog de vocês nas minhas pesquisas, obrigado de verdade! Bom, vamos lá.
    Tenho passaporte espanhol e estou planejando ir para Dublin em novembro. Estou indo para morar e sozinho, a princípio. Gostaria de saber como funciona o sistema público de saúde para nós, cidadãos europeus não residentes. Temos acesso ao serviço público sem custos? Ou devo adquirir seguro governamental aqui no Brasil? Meu outro questionamento é com relação a emprego, vi em um dos posts de vocês um super artigo falando sobre à área desenvolvimento de software na Irlanda e vi que o Bruno Tarmann também trabalha com desenvolvimento. A minha pergunta vai ser com relação ao mercado. O setor ainda está aquecido? Tenho boas chances de conseguir um emprego na área? Tenho alguns anos de experiência com Java comprovados. Sou formado em análise e desenvolvimento de sistema e também sou técnico em eletrônica (atuei no segmento de telecomunicações no começo da minha vida profissional). Obrigado mais uma vez e sucesso sempre para vocês!

    • Carla Marina says:

      Olá Victor, tudo bom? Vamos às suas dúvidas:
      1) Quanto ao seguro saúde, sei que existe algum benefício para europeu, mas nunca fui atrás porque para o meu marido conseguir o Stamp 4 precisávamos de um seguro privado. Se tiver mais dúvidas, olhe este link: http://www.e-dublin.com.br/planejando-a-sua-viagem-de-intercambio-2015-parte-v-seguro-saude/
      2) A área de TI ainda está bem aquecida e acredito que só vá melhorar. Há uma carência grande por profissionais da área, mas é preciso ter experiência. Se você é apenas formado, eles dão preferência por contratar estudantes irlandesdes recém-formados.
      Abraços e boa sorte!

  53. Aline Faverao says:

    Oiii… Amei o post…Muito obrigada, ajudou mesmo…
    Nao sei se sabem sobre minha duvida, porem meu noivo é cidadão italiano, e estamos pensando de ir morar na Alemanha.
    Sei que em relação ao Japão, os cidadões precisam ficar casados pelo menos 1 ano antes de ir morar lá.
    Fiquei com receio em relação aos cidadãos europeus.
    √ocês sabem se o cônjuge precisa estar casado algum tempo antes de ir morar junto no país de destino, ou se somente a certidão de casamento após dar entrada no consulado italiano já é o suficiente… e depois só alegria….

    Obrigada.
    beijos.
    parabéns pelo blog.
    Aline

    • Carla Marina says:

      Oi Aline, obrigada!
      Não sei te responder ao certo, acho que isso muda muito de país para país. Aqui, se você é casada com o cidadão europeu, não importa por quanto tempo, pode já aplicar para o visto de familiar de europeu. Apenas precisa comprovar ter no mínimo 2 anos de relação no caso de união estável.
      Abraços e boa sorte!

  54. Vitor Rego says:

    Opa, boa tarde. Muito bom o post com várias perguntas e respostas que já tiraram muitas duvidas que eu tinha.
    Estou terminando de tirar minha nacionalidade portuguesa e pretendo ir morar na Irlanda por tempo indeterminado, mas queria saber se preciso atualizar meu estado civil ou se somente com a nacionalidade portuguesa já posso me estabelecer sem problemas?
    Obrigado e parabéns de novo, acredito que esteja ajudando uma galera!
    Abraços

    • Carla Marina says:

      Oi Vitor, tudo bom?
      Se você virá com o passaporte português, poderá ficar aqui sem problemas, por tempo indeterminado, trabalhando e vivendo normalmente!
      Abraços e boa sorte!

  55. a noite, gostaria de tirar algumas dúvidas, peço por favor que me esclareça. Pois então, vou fazer intercâmbio em Dublin- Irlanda, sou neto de português e tenho todos os documentos da minha avó, gostaria de obter a minha dupla nacionalidade por direito de avó para neto. Vivo no brasil, mas como vou para a Europa (Dublin-Irlanda) e com toda certeza as taxas para pagamento vai ser mais barato que no Brasil e o processo com certeza será mais rápido. Gostaria de saber quais documentos eu tenho que levar (os meus documentos, da minha mãe viva mas ela não é portuguesa e da minha avó falecida.) quais documentos preciso levar para iniciar o processo para tirar a cidadenia portuguesa pela embaixada de Dublin, gostaria de saber também todos os valores que precisa ser pago, e tempo de demora mais ou menos .
    gostaria muito dessa informação, obrigado desde já !

  56. paulo stuart says:

    Ola Carla,tudo bem?

    Tenho a cidadania italiana,sou casado mais não no papel,temos uma filha,por onde devo começar ,caso queira morar na Irlanda? Minha filha de 1 ano também tem a cidadania,

  57. Daniella says:

    Olá! Tudo bem? Li todos os comentários e respostas acima mas ainda fiquei com uma dúvida.

    Eu e meus filhos temos cidadania portuguesa, e estamos pretendendo mudar para a Irlanda. Sabemos que eu e as crianças não teremos problema para entrar no país e meu marido pode entrar na Irlanda e depois aplicar para o visto stamp 4 EEUFAM. Como nossos filhos são pequenos (1 de 8 meses e 1 de 3 anos) talvez não valha apena eu trabalhar no início (já que as creches são bem caras). É possível meu marido obter o visto stamp 4 caso eu não esteja trabalhando?

    Abraços

    • Carla Marina says:

      Oi Daniella, tudo bom?
      Você precisa necessariamente comprovar uma das duas coisas: estar exercendo atividade no país (estudo ou trabalho) OU ter recurso suficiente para se manter, então no seu caso seria a opção 2.
      Abraços e boa sorte!

  58. Fábio Baldissera says:

    Primeiramente gostaria de parabenizar o blog, pois quase todas as minhas dúvidas consegui elucidar através dos posts e dos questionamentos que prontamente foram respondidos por vocês! Porém ainda restou-me algumas. Vou para Itália em janeiro de 2016 onde solicitarei a cidadania italiana, pelo que conversei com o pessoal que está me assessorando no processo, em torno de 2 meses eu já estarei com o passaporte italiano. De posse do passaporte tenho planos de ir para Irlanda estudar inglês. Minha esposa irá comigo e também estudará inglês, e não tem a cidadania, irá com passaporte brasileiro. Já sanei uma dúvida aqui que era se ela poderia entrar na mesma fila de europeu que eu, e vi que sim, porém ao passar pela imigração ela deve entrar como turista e depois solicitar o stamp4, ou solicitar direto o stamp3? Entrando na irlanda com o Stamp3, em média quanto tempo sai o stamp4 para ela? Levando em consideração que teoricamente terei alguns pré-requisitos que permitem a solicitação do stamp4 para ela, como recursos para se manter na irlanda, curso de inglês pago, e casamento com certidão traduzida e juramentada. Ela entrando com o stamo3 é necessário comprovar 3 mil euros como para o visto de estudante?
    Desde já agradeço pela atenção!

    • Carla Marina says:

      Oi Fábio, tudo bom?
      Sua esposa receberá o Stamp 3 no aeroporto e solicitará o Stamp 4 quando estiver aqui. Ela não é obrigada a comprovar os 3,000, no entanto tem que atender a um dos requisitos: Exercer alguma atividade no país (trabalho ou estudo) OU ter recursos suficientes para se manter. Após aplicarmos para o visto do meu marido, recebemos a resposta do stamp 4 temporário 10 dias depois e o visto temporário vale por 6 meses (depois você pega o permanente que vale por 5 anos).

      Abs e boa sorte!

  59. kézia says:

    Olá Bruno, td bem?tenho uma dúvida….não entendi mt bem, desculpa, mas eu tendo a cidadania italiana/europeia estou querendo fazer um intercâmbio com duração de 8 meses em Dublin, e se eu quiser morar lá depois do término desse intercâmbio o que eu preciso fazer? algum registro? pagar algo? Obrigada!

    • Carla Marina says:

      Olá Kézia, tudo bom?
      Se você tem a cidadania européia, pode residir no país por tempo indeterminado, sem ter que comprar nenhum curso ou pagar nenhuma taxa.
      Abraços!

  60. Thailla says:

    Oi oi tudo bem Casal! Parabéns pelo site!

    Vamos a pergunta! Estou na Irlanda a um ano, e meu namorado está vindo também, mas ele é brasileiro com pasaaporte Italiano! Podemos nos casar na Irlanda?

    O precesso será muito burocrático?

  61. Cristiane says:

    Oi, Carla, tudo bem?
    Em agosto vou para Dublin com a minha cidadania italiana. Você sabe como faço para abrir uma conta em banco? E tenho direito à saúde para consultas e emergência ou preciso fazer um plano particular?

  62. Gisele says:

    Olá! tenho uma dúvida:

    Sou Brasileira e moro na Polônia, tenho uma permissão de três anos para morar aqui. Meu marido é Brasileiro com cidadania polaca. Vamos para a Irlanda.

    Pelo que pesquisei, é só acompanhá-lo na fila do passaporte europeu e mostrar minha certidão de casamento traduzida para conseguir o stamp 3 na própria imigração, é isso mesmo? Não preciso aplicar com antecedência?
    Esse meu cartão de residência me ajuda em alguma coisa, uma vez que a Irlanda não faz parte do espaço Schengen, ou devo mostrar meu passaporte Brasileiro mesmo?
    Muito Obrigada:)
    Ah, também tenho dúvida em relação aos 3000 euros e seguro saúde, eu precisarei disso?

    Muito obrigada,
    Gisele.

    • Carla Marina says:

      Oi Gisele, tudo bom?
      É isso mesmo, você apresenta a certidão traduzida e receberá o Stamp 3, não precisa aplicar com antecedência. Não sei se seu cartão ajudaria em algo, acredito que não, mas se quiser apresentar e ver no que dá…
      O seguro saúde é obrigatório entre os documentos necessários para aplicar para o Stamp 4, já os €3,000 não são, mas é preciso que o cidadão europeu possa comprovar exercer alguma atividade no país como estudar ou trabalhar ou ter recursos suficientes para se manter no país (então ter os €3,000 ajudaria nesse sentido).

      Abraços e boa sorte!

  63. Vinícius DellAglio says:

    Olá! Esse blog me ajudou muito então vou deixar o meu relato de como foi minha entrada na Irlanda: Eu tenho cidadania Europeia e minha esposa não tem. Tentamos ir para a fila de Europeu e quando chegamos la o oficial de imigração (é esse o nome?) nos orientou a ir para a fila de NÃO europeu. Quando chegou a nossa vez o oficial (nada simpático) nos encheu de perguntas: o que eu iriamos fazer em dublin, quanto tempo iriamos ficar, se eu já tinha emprego, onde eu iria ficar, perguntou tudo, perguntou inclusive como que era possível eu ter nascido no Brasil e ter um passaporte italiano! Mostrei todos os documentos, mantive a calma, respondi todas as perguntas e tudo deu certo. Ja estamos ha 3 meses em Dublin e na próxima semana iremos aplicar para o Stamp 4 da minha esposa. Espero ter contribuído! Abraços!

  64. vanessa says:

    Olá, no caso eu tendo a dupla cidadania italiana, porem meu marido não , ainda moramos no brasil , mas gostariamos de ir junto para a Irlanda , estudar e trabalhar, ele consegue entrar como meu acompanhante ou só com visto de estudante como qualquer outra pessoa?e se puder como acompanhante quanto tempo ele pode permanecer lá? poderia trabalhar ou tb não? Obrigada

  65. Renan rueda says:

    Oi tudo bem parabéns blog , gostaria saber se tenho direito a saúde pública, sou europeu e gostaria muito das saber .. Está tudo meio confuso

  66. talyson says:

    Ola, no caso meu pai tem a dupla cidadania espanhola, e esta querendo ir morar na Inglaterra, eu sendo filho com 23 anos dependente dele conseguiria estar tirando este visto stamp4?

  67. Karla says:

    Olá! Sou casada com alemão e moro na Espanha. Tenho residência na Espanha e gostaria de morar na Irlanda. Eu poderia ir direto pra Irlanda com meu marido pra morar sem ter visto? Estou em duvida se preciso levar algum tipo de documento pra entrar no país ou se vou só com a minha residência aqui da Espanha e resolvo direto lá… Vocês poderiam me ajudar?

    • Carla Marina says:

      Olá Karla, tudo bom?
      Se você não possui cidadania européia, você precisará aplicar para o Stamp 4 quando chegar aqui (entrará com ele na fila da imigração no aeroporto, mostrando um comprovante de que são casados e já na Irlanda fará o processo para aplicar para o Stamp 4). Veja este post: http://mundoa2.com/imigracao-na-irlanda-stamp-4-eufam/
      Se você tem cidadania européia, não precisará de nada, entrará normalmente e poderá viver e trabalhar como um irlandês.
      Abraços e boa sorte!

  68. Luiza cabral says:

    Ola
    Tenho 16 anos e quero fazer high school na irlanda, tenho cidadania italiana, entao sei q posso estudar nas escolas publicas dai, gostaria de saber se essas escolas oferecem um apoio com a lingua inglesa propia para intercâmbistas. Se puder me ajudar agradeceria muito
    Obg abraços.

    • Carla Marina says:

      Oi Luiza, tudo bom?
      Para que faça faculdade na Irlanda, é preciso que apresente o certificado de aprovação no teste de inglês do TOEFL, IELTS ou Cambridge. A nota de aprovação varia de curso para curso, acredito que no mínimo tenha que ter 6.0, mas alguns outros cursos exigem nota superior, mesmo sendo da mesma faculdade.
      Abs e boa sorte!

  69. Vitor Fiori says:

    Bom dia Bruno e Carla, tudo bem!?
    Estou finalizando as documentações para ir a Irlanda tirar minha cidadania e de minha filha, no entanto, após isso concluído pretendo viver na Irlanda com minha filha e gostaria de saber se há alguma ajuda de custo ou benefício para filhos lá ou mesmo na UE e, se teríamos direito!.

    • Carla Marina says:

      Olá Vitor,
      Acredito não haver benefícios ou ajdua de custo, não posso afirmar porque não tenho filhos e ainda não pesquisei a respeito. Pelo que ouvi falar, existe auxílio maternidade, mas nunca ouvi dizer em auxílio para filhos de europeus que vêm morar aqui.
      Abs e boa sorte!

  70. weice sousa says:

    Boa tarde. Já trabalhei na Irlanda desde 2002, tinha work permit por tempo ilimitado.um dos meus filhos tem o passaporte irlandes dei entrada nos documentos pra pegar cidadania irlandesa só que voltei para o Brasil e venceu o prazo que tinha para enviar os restantes dos documentos.tenho muita vontade de voltar la pra mostrar para os meus filhos onde eles nasceram ja que agora estao maiores. Vcs acham que terei dificuldades para entrar?obrigado weice

    • Carla Marina says:

      Olá Weice,
      Se você quer voltar para turismo, não vejo o porquê você ter dificuldades, qualquer um pode ficar aqui como turista por até 3 meses!
      Abs e boa sorte!

  71. Marília guedes says:

    Olá, tudo bem?

    Gostaria de tirar uma dúvida. Tenho cidadania portuguesa, e pretendo ir com meu noivo para a Irlanda no segundo semestre do ano que vem.
    Minhas dúvidas são:
    – é nelhor casar aqui no Brasil ou na Irlanda?
    Se eu casar aqui eu tenho que ir no consulado português e transcrever o meu casamento?
    -caso seja melhor casar aqui, eu levo a certidão traduzida r juramentada certo?

    – o meu noivo/marido precisa levar dinheiro para a entrada na Irlanda?
    – ele pode entrar comigo na fila de europeu?
    – a ideia é fechar curso só na Irlanda, então ele entraria como turista? Meu receio é dele entrar como turista, sem mim, e acabarem não deixando, pq ideia já é morar lá. Sabe oq devo fazer?

    Obrigada

    • Carla Marina says:

      Oi Marília, tudo bom?
      Se você vir pra cá sem estar casada, seu marido terá que passar na fila de não-europeu, como estudante, ou como turista, dependendo se tiver comprado o curso antes. A vantagem de vir casada é que ele pode passar na imigração com você e mostrando a certidão de casamento juramentada traduzida, eles darão o stamp 3 pra ele, por um tempo que eles determinarem. Depois chegando aqui ele poderá aplicar para o visto de estudante, assim que tiver com curso comprado. Outra vantagem de virem casados é será mais rápido para aplicarem para o Stamp 4 do seu marido, que é o visto de familiar de europeu. Com relação ao dinheiro, se ele for estudar, precisa comprovar ter 3,000 euros na conta. Se for aplicar para o Stamp 4, você precisa estar estudando/trabalhando ou comprovar ter dinheiro sufuciente para se manter na Irlanda, mas isso tudo você comprova quando estiver aqui. Abraços e boa sorte!

  72. beto says:

    Ola bruno e carla..bom dia…minha pergunta e…..meu pai tem passaporte irlandes e mora em dubli…eu como filho posso obter o passaporte tambem…..’?

  73. Camila Lazarin says:

    Olá,
    Sei que provavelmente já deve ter respondido a minha pergunta, mas como há tantas acima, posso ter deixado passar…
    Tenho cidadania italiana e meu noivo não, casarei agora em janeiro de 2016 e pretendemos nos mudar para Irlanda em 2017.
    Como já sabemos, para mim não haverá problemas para ingressar no país.
    Nossa dúvida é, qual seria a maneira mais adequada para que ele consiga entrar na Irlanda e depois conseguir o stamp4: Turista, estudante, apresentar nossa certidão de casamento traduzida no aeroporto para receber o stamp3?

    Obrigada e parabéns pelo Blog!

    • Carla Marina says:

      Oi Camila, quando viemos o Brú veio como estudante e não passou na fila comigo, mas porque não sabíamos como o processo era. Acredito que a melhor forma seja passar com você apresentando a certidão! Depois ele terá que aplicar para o Stamp 4 aqui.
      Abraços e boa sorte!

  74. Queila Orona says:

    Olá pessoal tudo bem, adorei todas as informações em relação a este assunto, uma dúvida eu vou me casar em dublin com uma cidadã italiana e eu sou brasileira, vou com visto de estudante, depois de 2 meses a gente se casa, a minha dúvida é eu posso tirar o meu visto de cônjuge podendo trabalhar?
    Obrigada aguardo respostas.

    • Carla Marina says:

      Oi Queila,
      Depois que tiver a certidão de casamento, poderá aplicar para o Stamp 4 e quando receber o visto temporário de 6 meses, já poderá trabalhar.
      Abraços e boa sorte!

  75. Fernanda P Stroparo says:

    Boa Tarde Carla e Bruno. Primeiro: parabéns pelo blog!! estava virando a internet atras de informações que achei no de vocês.
    Eu e meu marido estamos fazendo planos pra morar em Dublin. Somos brasileiros mas ele tem cidadania italiana. Pelo que vi, eu não preciso fazer mesmo nenhuma documentação/visto antes de ir, certo? Para fazer as traduções da certidão de casamento, etc, vocês usaram algum tradutor especifico aqui no Brasil?
    É muito bom encontrar pessoas com situações como a nossa.

    Abraços
    Nanda e Lipe

    • Carla Marina says:

      Oi Fernanda, tudo bom?
      Vocês aplicarão para o visto dele quando chegarem aqui, só precisa mesmo ter as documentações e atender aos critérios necessários. Encontramos uam tradutora pesquisando no Google, procuramos por ‘tradução juramentada’ e encontraos algumas opções. Abraços e boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *