De mudança: o que fazer com o “lixo”

Não dá pra negar que a mudança foi cansativa, dos mínimos objetos, como perfumes usados, a coisas maiores, como panelas, tudo teve que ser encaixotado e destinado para algum lugar. Mas até aí tudo bem, a gente sempre acha alguém para doar essas coisas, mas e os remédios vencidos, chapas de raio X antigos, e eletrônicos em mal estado?

Como gestora ambiental tenho a noção de que estes não são resíduos comuns e que devem receber o destino adequado para que não contaminem o meio ambiente. Mas se eu, que tenho esta noção, não sei para onde devo levar estes resíduos, quem dirá o restante das pessoas, que não têm esse conhecimento e não recebem informação adequada?

Não poderia deixar de dizer que já está valendo no Brasil inteiro desde agosto de 2010 a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, que dentre diversas diretrizes, afirma que para determinados tipos de resíduos, como pilhas, pneus e lâmpadas, o fabricante passa a ser responsável por dar um destino após utilizados pelo consumidor.

Mas como, infelizmente no Brasil, o que é realmente importante não é levado a sério devido a diversos interesses que estão por trás, nós temos que nos virar. Por isso, fiz uma pesquisa de locais onde podemos destinar os resíduos que mencionei, para que vocês possam ter conhecimento.

Um site bacana onde você pode buscar os locais mais próximos de sua residencia para destinar  variados tipos resíduos é o eCycle. Basta digitar o seu CEP e selecionar o que você quer destinar, que ele mostra um mapa com as opções de lugares.

Para chapas de raio X, todas as buscas que fiz mencionaram o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, parece que há um posto de coleta que funciona das 8h as 17h, no Prédio dos Ambulatórios, próximo à estação de metro Clínicas. Também li que as unidades do laboratório Fleury coletam de quem é cliente.

Já a destinação dos resíduos eletrônicos está um pouco mais disseminada, alguns sites que indicam locais para a sua coleta são: CEMPRE, Ecobraz, Coleta de lixo eletrônico e e-Lixo maps.

Quanto aos medicamentos vencidos, de acordo com a Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente os fabricantes são obrigados a recolher e destinar corretamente, mas isso ainda não acontece. Algumas farmácias começaram a coletar, sendo algumas delas: Droga Raia, Drogaria São Paulo, as drogarias do Extra e do Pão de Açúcar e a Panvel Farmácias.

E pegando o gancho, só para reforçar quanto aos resíduos recicláveis, o site da Prefeitura de São Paulo apresenta uma lista de endereços de cooperativas, algumas redes de supermercados como Pão de Açúcar e Carrefour oferecem um espaço para a coleta de materiais recicláveis e o Instituo Gea apresenta em seu site uma relação de endereços para a entrega voluntária de materiais recicláveis.

Exército da Salvação e as Casas André Luiz  são os lugares mais famosos para a doação de móveis e eletrodomésticos, mas pesquisando na internet é fácil encontrar outros lugares.

Como podem ver, no Brasil a gestão dos resíduos sólidos ainda caminha a passos lentos e se encontra mais na mão dos consumidores. Espero ter ajudado e espero conhecer uma realidade diferente na Irlanda, mas seja ela qual for, irei compartilhar com vocês!

Foto: moria

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
14
fev 2012
POSTED BY
DISCUSSION 2 Comments
TAGS

2 Responses to : De mudança: o que fazer com o “lixo”

  1. Fala Tarman, boa sorte pra você e sua mulher na viagem.
    Desejo sucesso e tudo de bom. Vai ser muito boa a experiência.
    Um abraço
    Azambuja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *