De Guarulhos à Dublin, com escala em Amsterdã

Enfim chegou o grande dia, quer dizer, enfim CHEGAMOS! Depois de tanta preparação, planejammento e ansiedades nós finalmente estamos escrevendo nosso post diretamente de Dublin. Então para todos os que torceram e se preocuparam conosco, podem ficar tranquilos, está tudo bem! =D

Esse post então vai cobrir desde o momento em que pisamos no aeroporto Guarulhos até o momento em que pisamos no aeroporto de Dublin. Alguns assuntos que gostaríamos de ter falado antes da viagem, sobre como foram os outros dias e a arrumação das malas vão ficar para depois, então se preparem para alguns posts em ordem não cronológica dos acontecimentos, já que o que importa mesmo é documentar tudo.

Bom, após uma bela chuva torrencial, típica de São Paulo, chegamos no horário ao aeroporto de Guarulhos. Embalamos as malas naquele plástico verde – R$ 30 reais por mala com seguro – colocamos algumas identificações na mala para diferenciá-las e fizemos o check-in. Tudo na mais perfeita tranquilidade.

Tomamos um café antes do embarque e aproveitamos os últimos momentos para deixar as emoções aflorarem, a todo momento era um um pai, mãe ou irmã que acabava deixando escapar a saudade antecipada.

Então finalmente seguimos para o embarque e como estávamos bem adiantados achamos que esperaríamos um bocado antes de entrar no avião, ledo engano. Passamos no raio-x, seguimos até nosso portão e o embarque estava começando, entramos no avião e alguns minutos depois estávamos voando.

A primeira impressão da KLM foi excelente, as aeromoças, na maioria senhoras são bem simpáticas e prestativas e o avião muito confortável com todas as comodidades de entretenimento que uma viagem internacional pode oferecer: filmes atuais, jogos e músicas na telinha logo à sua frente.

Ao nosso lado estava sentada uma senhora um tanto quanto tímida e com cara de poucos amigos, ficamos receosos de ter que incomodá-la várias vezes para ir ao banheiro ou para se esticar. E não é que alguns minutos após o embarque, o piloto avisou que haviam várias poltronas vazias e para nivelar o avião as pessoas poderiam trocar de lugar com supervisão da tripulação?! Um dos comissários de bordo, que por sinal parecia um indiano bem típico, se aproximou dos nossos assentos e perguntou se nós três estávamos juntos. Como dissemos que não, ele ofereceu um lugar melhor à senhora e acabamos ficando com as três poltronas para nós dois! =D

Como de costume, logo após a decolagem é servida uma bebida e aproveitei para pedir uma Heinkein, famosa cerveja holandesa, e a Cá um água tônica. A latinha era de uma edição limitada, bem legal! 

Em seguida, o jantar. A Cá havia escolhido pelo site da KLM um jantar vegetariano restrito e descobrimos que se você pede algo diferente, você é servido antes de tudo mundo. Então fica a dica. No do jantar vegetariano veio arroz, legumes e hamburger de soja, e no comum eu optei por um macarrão com queijo, ambos acompanhados por salada, salada de frutas e pão.

A noite foi tranquila, conseguimos dormir um pouco apesar do ar condicionado nos castigando e nossos narizes que não paravam de escorrer. Pela manhã o calor do sol transformou o avião em um forno com asas.

A conexão foi boa, ao contrário do que havíamos ouvido de algumas pessoas, o aeroporto não nos pareceu tão grande, é só não marcar bobeira e aproveitar as esteiras rolantes, que você chega com tranquilidade ao seu portão.

Apesar de o avião da Arlingus ser menor, ele é confortável e o vôo foi tranquilo também, mas não é servido nada, se você quiser você escolhe no cardápio as opções de comida e bebida e compra, similar à Webjet, no Brasil.

Como estávamos ansiosos para chegar logo, nos deu a sensação de que o vôo demorou uma eternidade até Dublin e foi emocionante quando finalmente vimos pela janela a pontinha da ilha aparecendo, até pousarmos no nosso destino final.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
29
fev 2012
POSTED BY
DISCUSSION 27 Comments
TAGS

27 Responses to : De Guarulhos à Dublin, com escala em Amsterdã

  1. Aurea says:

    Estou gostando muito dos post de vcs!!Bem detalhados, estou indo em 21 de março e vou ficar na residencia da escola SEDA,qual a residencia e escola de vcs?obg!!

    • Carla Marina says:

      Olá Aurea, desculpe a demora em responder, estávamos mudando de residência, uma correria só! Que bom que está gostando dos posts, esta semana pretendemos colocar alguns novos… A nossa escola também é a SEDA e ficamos numa residência muito boa, da Eazydublin (empresa terceirizada contratada pela SEDA), localizada em Dublin 7. Era uma casa onde vivem espanhóis, italianos e um francês. Dica: ficamos só duas semanas, mas consideramos pouco tempo para conseguir um novo lugar para ficar (pensávamos que isso seria mais fácil, mas não foi, pelo menos par nós que queríamos morar sozinhos ou dividir com um casal apenas). Por isso, se tiver a chance, tente pegar mais de duas semanas de residência estudantil, o preço vale a pena, enquanto você procura outro lugar para se mudar. Abs e boa sorte!

  2. Raquel says:

    Olá,
    também estou gostando dos posts…
    Eu e o meu noivo estamos na fase de pesquisa e planejamento e pretendemos ir em agosto ou setembro.
    Tenho certeza que vocês ajudar muito a gente!! rsrs….
    Estava preocupada com a acomodação, mas vocês já ajudaram.
    Boa sorte casal e espero conhecer vocês quando chegar ai!!
    bjos

    • Carla Marina says:

      Bacana Raquel, ficamos contentes em ajudar! Qualquer dúvida estamos à disposição! Boa sorte no processo e até logo!
      Abraços!

      • Raquel says:

        Carla, vou encher um pouco vocês!!

        As dúvidas aumentam a cada minuto de pesquisa!! rsrs…

        Vocês dão de SP, certo? Fecharam direto com a escola ou com agência? Você pode me passar contato?? E o que vocês estão achando da escola???

        Ahh…adorei o Apê…rs! Adorei o Blog, os posts e principalmente os videos!!! rs….

        bjos

        • Carla Marina says:

          Somos de São Paulo sim! Olha, fechamos a escola por meio da agência GotoLondon (11 3957 3917- http://www.GoToLondon.com.br) e nosso principal contato lá foi a Laiane. Mas, agora que estamos aqui, vimos que seria melhor termos fechado direto com a escola, não tem segredo e dá para economizar bem! Nós escolhemos a SEDA justamente por ser a mais barata, pois já que pretendemos ficar aqui um bom tempo, sabemos que vamos aprender o inglês mesmo é na vivência. Portanto, a escola não é lá essas coisas, o método de ensino é o comunzão (baseado num livro que eles tiram xerox dos capítulos e entregam para os alunos a cada aula), tem bastante brasileiro, o que te força a tomar muito cuidado para não ficar falando português (mas brasileiro você vai encontrar na maioria das escolas que não sejam tão caras), mas acho que os professores não são ruins. Abraços!!!

          • Raquel says:

            Oi Carla,
            pedi orçamento pra gotolondon, this way e vision….mas tava pensando em fechar direto com alguma escola…mas sempre rola medo de dar algo errado, né!?!?! O barato às vezes sai caro!!!! rsrs…
            Valeu pela ajuda….
            Ah, vc já ouviu falar da Dorset College? O preço tá bom, mas não achei nada de informação na net…
            Te adicionei no face…e o Bruno tb!!! E vi q temos uma amiga em comum…a Angélica….ela é amiga de infância!!!!
            bjos

    • Fabian Oliveira says:

      Raquel…eu e minha namorada estamos indo para Dublin em setembro de 2012….Você irá com o seu noivo neste período também?

  3. Denise says:

    Ler este post de vocês, me fez imaginar a sensação que vou sentir ao chegar na Ilha Verde! Que emoção gente! 😉
    Em setembro eu e meu namorado também estaremos desembarcado ai!! Estou adorando os post’s! Aproveitem tudo!!!

    • Carla Marina says:

      Bacana Denise! Curtam então o nosso blog enquanto não chega a hora de virem (o que vai acontecer num piscar de olhos, na verdade!!) Boa sorte com tudo, nos vemos por aqui!

  4. NEIDE says:

    OLÁ TUDO BOM!

    MINHA FILHA RAISSA TÁ INDO A IRLANDA EM SETEMBRO.
    GOSTARIA DE SABER O QUE É PRECISO LEVAR NA MALA.
    E SE PRECISAR LEVAR ROUPA DE CAMA,TOALHA.
    SE NO AGUARDO.
    OBRIGADA.

    • Carla Marina says:

      Olá Neide, tudo bom?
      Olha, nós trouxemos dois jogos de roupa de cama e dois jogos de toalha, então té agora estamos usando os nossos. O que compramos foi o cobertor (eles chamam de “duvet”) porque é próprio para suportar o frio daqui e os travesseiros. Acho que vale a pena ela trazer a roupa de cama para economizar.
      Também trouxemos remédios (os que costumávamos tomar para gripe, dor de cabeça, dor de barriga, cólica, náuseas, etc.), porque apesar de alguns remédios mais simples como o para tosse e para gripe serem vendidos até em supermercados, para a maioria deles precisamos de receita médica para comprar.
      NO meu caso trouxe um dois pares de tênis, as botas que eu tinha, um sapato social e uma sandália. Aqui você encontra calçados por preços muito baratos, assim como roupas (a Penneys e a Dunnes são as lojas mais famosas), no entanto muitas das coisas são de qualidade ruim, portanto, é legal trazer um pouco de roupa que dê para ir usando enquanto você tem tempo para procurar roupas por aqui (há lojas com roupas de qualidade que fazem promoções, é bom pesquisar!).
      Eu trouxe umas 3 calças jeans e algumas calças legging. Você encontra tudo isso aqui, mas se quer economizar com roupas de início, dá para ir segurando a onda com o que você trouxer. Algumas brasileiras reclamam que a calça jeans aqui fica feia no corpo das brasileiras, eu nunca experimentei nenhuma, mas tenho amigas que compraram sem problemas. Eu preferi me prevenir trazendo algumas minhas…
      Resumindo, você encontra de tudo aqui, calçados, roupas, roupa de cama e de banho etc., mas se quer evitar de ter que comprar logo de cara, é interessante trazer o mínimo para que você se habitue com o lugar, conheça as lojas, pesquise os preços e decida o que quer comprar.
      O que é importante aqui é ter um bom casaco que esquente, porque aí você consegue usar blusas leves por baixo e quando entra nos lugares, não precisa ficar tirando milhares de roupas, só tira o casaco (porque dentro dos lugares tem aquecimento). Eu ainda vou comprar um por aqui, mas de sua filha tiver algum, seria interessante vir com ele.
      Abraços e boa sorte!

  5. Hudson Melo says:

    Olá, parabens pelo site! Mto bom, post são demais, continuem…
    Gostaria de tirar uma dúvida: Vcs foram por agencia certo,(Gotolodon). Porque então demonstraram medo ao passar pela imigração? Corria algum risco de não aprovarem seu visto? Como estava o inglês de vcs? Qto tempo de curso?

    Tks!
    Abrs

    • Carla Marina says:

      Olá Hudson, tudo bom?
      Ah, a verdade é que estávamos muito inseguros com tudo mesmo, afinal estávamos vindo para morar, largando tudo para trás, mas não havia necessidade de ficar com medo não, não tinha risco nenhum de negarem o visto. Nosso inglês estava razoável, conseguíamos nos comunicar, mas foi com a convivência com pessoas de outros países que melhorou mesmo. O curso foi bom, sempre aprendemos novos vocabulários e tiramos dúvidas, eu estudei por 6 meses, o Brú nem chegou a fazer, pois logo começou a trabalhar. Abs!

  6. Taisa Davoli says:

    Olá Carla, tudo bom?
    Primeiramente, prazer, rsrsrs
    Fuçando sobre conexão em Amsterdã eu achei o seu blog.
    Vou para Dublin exatamente daqui um mês eu vou fazer conexão em Amsterdã, vou pela KLM também. Vou sair de São Paulo às 19h15 e está prevista a chegada às 11h50 do outro dia, sendo que o avião de Amsterdã para Dublin sai às 13h.
    Não sei se você pegou esta mesma conexão, mas gostaria de saber se consigo em 1h10 me localizar no aeroporto em Amsterdã, achar meu portão para pegar o avião para Dublin. Estou em pânico de saber que só tenho isso de tempo,rsrsrsrs é tranquilo achar?? Estou assim, pois meu inglês não é muito bom, não tenho muito tempo e não tenho experiência nenhuma com viagem internacional, ou seja, desde já não consigo dormir, rsrsrs
    Ah, outra coisa, também tenho a cidadania Italiana, foi tranquilo entrar com o passaporte Italiano??

    Aguardo ansiosamente seu retorno.

    Muito obrigada

    • Carla Marina says:

      Oi Taisa, tudo bom?
      Olha, o Aeroporto de Amsterdã até que é grandinho, portanto uma hora é suficiente para a sua locomoção até o portão, mas você não pode ficar parando para fazer nada no caminho, vá direto ao portão (até porque você só vai ficar sabendo o portão lá, pode ser que seja um perto, pode ser que seja um longe). No aeroporto tem umas esteiras para as pessoas andarem mais rápido, então sugiro que use as esteiras, elas realmente ajudam! Quanto ao apssaporte italiano, foi bem tranquilo, eles só olharam, não perguntaram nada, e eu passei de boa. Boa sorte, vai dar tudo certo! Abs

  7. Simone says:

    Bom dia Carla!
    Por favor preciso da sua ajuda rs
    Pretendo viajar para Dublin em março e haverá escala em Amsterdam (voo KLM).
    A pergunta é, como terei que trocar de aeronave, as malas que foram despachadas em Guarulhos, já estarão no avião da Holanda-Irlanda? Eu só me preocupo com meu inglês fraco e achar o portão?
    Quanto aos remédios que tomo, eles vão vistoriar a mala de mão?
    muito obrigada!!

    • Carla Marina says:

      Oi Simone, tudo bom?
      A mala despachada em Guarulhos vai direto para Dublin, não se preocupe. Quanto ao portão, tudo é muito bem sinalizado, só procure não enrolar muito e ir direto ao portão. A mala de mão vai passar no raio X, mas não há problemas quanto aos remédios. Se for algo líquido, cada frasco deve conter no máximo 100 ml. Abs e boa sorte!

  8. Vanessa says:

    Oi Carla!

    Minha irmã chegou em Dublin hoje! Ela foi por Frankfurt e ficou apavorada com o tratamento recebido. Como vou em março para lá, gostaria de saber se ao chegar em Amsterdã eu precisarei fazer novo check in! Meu inglês está básico, pois isso preciso de uma orientação de como agir em caso de dificuldade.

    Desde já, muito obrigado.

    Sucesso para você.

  9. Thiago says:

    Boa noite, Carla!

    Estou indo para dublin no final do mês e farei o mesmo voo que o seu, com escala em amsterdã. Minha conexão será de 1hr e meia, por isso estou meio nervoso rss Quando você chega em amsterdã tem que passar pela imigração para carimbarem seu passaporte? Ou já vai direto para o portão de embarque sem que carimbem? Estou com medo de, se precisar passar pela alfandega, demorar muito e acabar perdendo minha conexão.

    Muito obrigado!

    • Carla Marina says:

      Oi Thiago, tudo bom? Não terá que passar pela imigração e é só ficar atento e já ir direto ao seu portão que dá tempo!
      Boa viagem! Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *