5 coisas que eu gosto de Dublin

Após sete meses vivendo em Dublin, acredito que já posso dar uma opinião mais fundamentada sobre as coisas que gosto e não gosto daqui, mas gostaria de ressaltar que são opiniões minhas, certamente muitos brasileiros que moram aqui podem não concordar, por isso não as utilizem como referência para tomar a decisão de vir para cá. Começarei pelas 5 coisas que eu gosto, então aí vai:

Acessibilidade

É uma cidade pequena, plana e sem criminalidade (pode ser que haja raras exceções), o que nos permite ir à maioria dos lugares que precisamos a pé ou de bicicleta, mesmo que de madrugada (é claro que meninas sozinhas sempre precisam de cuidado extra, mas várias não vêem problema nisso). De ônibus ou de trêm, é possível conhecer lugares turísticos bonitos e legais num simples bate e volta. Não é preciso andar muito para ver uma atração diferente, basta pesquisar que você descobre coisas interessantes para ver, sem ter que se deslocar muito e muitas vezes gastando nada ou bem pouco (não deixe de carregar sua carteira de estudante!). O fato de não ser preciso pagar para entrar nos pubs e baladas (a maioria das baladas tem um horário limite para você entrar sem pagar), faz com que seja possível entrar sem comprometimento, até encontrar aquela que te atraia mais. Apesar de ser uma cidade pequena, é bem servida de comércio e serviços, então é possível encontrar muitas lojas de “multi-coisas”, lojas de roupas, supermercados, restaurantes etc., por preços acessíveis (exemplo disso é a loja Euro Giant, que vende coisas até 2 euros, ou a partir de 0,99 em alguns casos, e a famosa Penneys, loja de roupas que vende a preço de banana). Por fim, não posso deixar de mencionar a facilidade de acesso aos outros países da Europa!

Loja Euro Giant

Custo de vida

Não considero o custo de vida alto, sendo que você pode ter acesso a lojas, restaurantes, supermercados, etc. por um preço justo, e não exorbitante, como em São Paulo, e muitas vezes bem barato. Exemplos já foram citados no primeiro item, mas para ilustrar, você pode almoçar em um restaurante súper bonito, que, se fosse em São Paulo, você comeria só em ocasiões muito especiais, pagando no máximo 15 euros num prato principal (imagina que, ganhando em euros, é como se fossem 15 reais, ou mesmo convertendo para reais, daria uns 40 reais, o que não é nada para um restaurante chique). Um exemplo é o restaurante mexicano Cactus Jack, localizado em Dublin 1, cujo prato mais caro do Lunch Menu é o Latino Burger, que custa 11,50.

Restaurante Mexicano Cactus Jack

Foto: Kate M.

Qualidade de vida

Não é uma cidade barulhenta, a qualidade do ar é boa, há muitas áreas verdes, sendo a maioria bem preservada, e quase não há prédios, o que faz com que a gente não sinta aquela sensação de claustrofobia, além de ajudar a manter o clima ameno. Alguns outros fatores mencionados nos outros itens também contribuem para a qualidade de vida (fazer as coisas a pé ou de bicicleta, poder comprar coisas e visitar lugares por um preço baixo ou mesmo de graça, etc).

Dublin Bikes, sistema de aluguel de bicicletas

Foto: informatique

Pessoas

Em geral as pessoas são atenciosas e simpáticas, e por ser uma cidade turística, encontra-se pessoas de diversas nacionalidades, o que te permite fazer amizades e trocar experiências e culturas internacionais. E algo que nos deixa muito à vontade é o fato de os nativos serem mente aberta, não te julgando pelo que você é ou pelo que está vestindo (vê-se isso pela forma como eles se vestem em geral e por não te encararem independente da roupa que você esteja usando).

5) Contato com a natureza: se você está mau-humorado, precisa de inspiração ou só quer relaxar, você encontra parques, praças e jardins muito acessíveis, onde você pode ficar em contato com a natureza e ver animais como águias, cisnes, esquilos, veados e pássaros (o mais famoso é o mag pie).

National Botanic Gardens, Dublin (entrada gratuita)

Como disse, estas são opiniões minhas e têm muito a ver com o meu jeito de ser, certamente se perguntar para outras pessoas, pode ser que elas mencionem coisas que nem estão na minha lista e que elas discordem com o que eu escrevi. A mesma coisa posso dizer quanto ao que não gosto de Dublin, cuja lista será publicada num outro post na próxima segunda-feira. Não deixem de conferir!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
26
set 2012
POSTED BY
POSTED IN Curiosidades
DISCUSSION 4 Comments

4 Responses to : 5 coisas que eu gosto de Dublin

  1. Lucas disse:

    Olá Mariana

    Muito bom seu post!

    Vocâ ainda esta estudando inglês? Queria saber se você tem duas escolas para indicar… uma com ensino bom que tenha um plano de ensino. E a outra pode ser uma das chamadas para conseguir o visto. Gostaria de ir com a minha namorada mas ela já tem nível anvançado de inglês…

    Obrigado

  2. Pingback: 5 coisas que eu não gosto de Dublin | mundo a2 na Irlanda

  3. Vitor Nehmy disse:

    Gostaria de saber qual o custo para um jovem estudar inglês neste país pois MINHA MÃE É professora e não ganha muito . Qual é a empresa que cuida desta parte. Gostaria de saber preço com curso ALOJAMENTO E ALIMENTAÇÃO.OBRIGADA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *